Cachorros-do-mato são devolvidos à natureza em São Domingos

Mamãe e três filhotes foram soltos no Parque Estadual das Araucárias após passar por reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres em Florianópolis

Uma família de cachorros-do-mato (Cerdocyon thous) foi devolvida à natureza e solta no Parque Estadual das Araucárias, em São Domingos, no Oeste de Santa Catarina. A fêmea foi encontrada por um morador de Xanxerê e entregue no Corpo de Bombeiros do município. O animal foi encaminhado ao Hospital Veterinário da Udesc, em Xanxerê.

No hospital, ao passar por exames, os médicos veterinários identificaram que a fêmea espera quatro filhotes. Após todos os cuidados e o nascimento dos animais, eles foram levados ao Cetas (Centro de Triagem de Animais Silvestres) de Florianópolis para reabilitação.

Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Chapecó, quando estavam prontos para viver na natureza novamente, os animais foram soltos no Parque Estadual das Araucárias.

Vida nova

Localizado em São Domingos, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, o parque recebeu a família para uma vida nova. A soltura foi realizada e acompanhada pelo IMA (Instituto do Meio Ambiente), a PMA de Chapecó (Polícia Militar Ambiental) e a equipe Grimpeiro.

Mamãe e filhotes passaram por reabilitação em Florianópolis. – Foto: Parque Estadual das Araucárias/DivulgaçãoMamãe e filhotes passaram por reabilitação em Florianópolis. – Foto: Parque Estadual das Araucárias/Divulgação

De acordo com o coordenador da Unidade de Conservação do Parque Estadual das Araucárias, Maikon Moraes, um dos filhotes não resistiu e acabou morrendo, mas a mamãe e os outros três filhotes foram soltos e já apresentam sinais de adaptação.

O Parque é uma Unidade de Conservação Estadual de proteção integral com 612 hectares de mata de Araucária. Conforme o coordenador, a área é aberta e eles podem transitar livremente, inclusive se deslocar por corredores ecológicos para outras áreas verdes fora da unidade se assim desejarem.

“Temos uma grande área protegida que oferece boas condições para que eles possam crescer, se alimentar e viver bem. Estamos acompanhando e monitorando por câmeras espalhadas pela unidade e tudo está correndo bem”, disse.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Animais