Câmera mostra ataque de onça-pintada que matou 172 flamingos no Paraná

Apenas quatro animais sobreviveram ao ataque na madrugada de terça-feira (9); local está fechado para visitação

Uma das câmeras de segurança instalada no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (PR), registrou a invasão da onça-pintada Indira no recinto dos flamingos durante a madrugada desta terça-feira (9). As informações são do Portal RIC Mais.

Câmera mostra ataque de onça que matou 172 flamingos no Paraná — Reprodução/NDCâmera mostra ataque de onça que matou 172 flamingos no Paraná — Reprodução/ND

Das 176 aves que viviam no local, 172 morreram no ataque e quatro sofreram ferimentos, mas não correm risco de morrer. Uma das aves mortas é da espécie grou-coroado, conhecida como grou africano.

O Projeto de Onça do Iguaçu identificou que o ataque foi realizado pela onça Indira, que nasceu no parque em 2018 e estava na companhia de seu filhote, de 1 ano. Isso indica que ela poderia estar ensinando o animal a caçar.

O órgão classificou o ocorrido como uma fatalidade, já que em 27 anos, o Parque nunca passou por uma situação semelhante. Também garantiu que o local é seguro para os seres humanos, uma vez que esses animais tendem a se esconder e buscar refúgio na presença de pessoas.

Segundo informações do Parque das Aves, alguns flamingos morreram pelo estresse da situação, fenômeno chamado miopatia de captura e não diretamente pelo ataque da onça.

Devido à morte dos flamingos, o local não abriu as portas para visitação do público e, deve reabrir somente na sexta-feira (12). O Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação das aves da Mata Atlântica.

Em nota, o recinto decretou luto oficial de três dias e afirmou que estão passando por uma grande perda, uma vez que a colônia de flamingos era criada desde 1995, quando chegaram os primeiros 16 animais resgatados da espécie.

+

Animais

Loading...