Com 400 animais em exposição, Chapecó terá feira de pássaros

Evento ocorre de 31 de julho a 8 de agosto e também contará com comercialização de pássaros e flores

Com cerca de 400 animais em exposição, o município de Chapecó, no Oeste catarinense, receberá a 31ª Feira de Pássaros e Flores. O evento tem como objetivo conscientizar a população sobre a preservação e a criação legal de pássaros ornamentais, exóticos e domésticos.

pássarosVárias espécies de pássaros estarão em exposição. – Foto: Assessoria de Imprensa/Divulgação/ND

O evento, totalmente gratuito, é promovido pela SOCO (Sociedade Oeste Catarinense de Ornitologia) de 31 de julho a 8 de agosto. A feira ocorrerá  na sede da SOCO.

De acordo com o diretor de divulgação da Feira, Claudio Luiz Ioriati, o evento terá horários diferenciados aos fins de semana. No sábado e domingo a programação iniciará às 8h e segue até às 18h, já de segunda a sexta-feira terá funcionamento das 13h30 às 18h.

Ioriati destaca que todos os cuidados sanitários de combate à Covid-19 serão respeitados para garantir a segurança dos participantes. O uso de máscara será obrigatório, assim como a utilização de álcool em gel e a aferição de temperatura na entrada do evento. Além disso, a organização limitará a ocupação entre 30% e 40%, de acordo com as liberações do Governo do Estado.

A SOCO também promoverá, na sexta-feira (30), um Campeonato de Canários. Um juiz avaliará a beleza das aves e, com base em requisitos já estabelecidos, escolherá os campeões. Essa etapa será disponibilizada apenas para criadores.

A última edição da feira foi realizada em 2019 e contou com mais de 600 espécies de pássaros expostos.

Espécies diversas

Durante os nove dias de feira estarão em exposição cerca de 400 pássaros de 50 criadores associados à SOCO. Canários, periquitos, agapornis, pombas, grande alexandre, ring neck, red rumped, calafates, manons, mandarins e calopsitas. Essas são algumas das espécies de pássaros que estarão em exposição e, também, disponíveis à compra.

pássaroPássaros domésticos são mansos e gostam de receber carinho – Foto: Assessoria de Imprensa/Divulgação/ND

O evento será realizado cumprindo todas as regras sanitárias da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina). “Cumprimos todas as exigências e conseguimos a liberação da Cidasc para realizar a feira. É uma alegria retornar após um ano difícil como o da pandemia”, destaca o diretor de divulgação.

Conforme explica Ioriati, a comercialização dos pássaros terá valores a partir de R$ 100,00 e varia de acordo com a espécie. As flores também estarão disponíveis à venda durante toda a Feira.

Criação legal de pássaros

 O presidente da SOCO, André Braga de Miranda, ressalta que a Sociedade trabalha com pássaros que não fazem parte da fauna brasileira. Ele explica que essas aves já nasceram em cativeiro e são criadas dentro de todas as normas sanitárias e ambientais, prezando pela qualidade de vida, a saúde e o bem-estar desses animais.

Miranda explica que são animais que possuem controle, anilha e são muito bem cuidados. Segundo ele, toda a criação ocorre de forma legal.

“Muitas pessoas têm uma imagem distorcida sobre a criação de pássaros. Tudo é feito dentro da lei e respeitando a vida desses animais. Cada pássaro criado em cativeiro que é adquirido por meio da compra com criadores legalizados, evita que um pássaro nativo seja retirado da fauna, preservando assim as demais espécies. Essa prática desperta o interesse de pessoas que gostam de criar pássaros de forma legalizada e sem prejudicar o meio ambiente”, destaca.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais

Loading...