Covid-19 em animais: veterinário oncologista explica como a doença se manifesta

Convidado do SC no Ar desta sexta-feira (23), Luiz Afonso Erthal falou sobre como os pets podem ser contaminados e chamou atenção para a campanha Abril Laranja, contra os maus tratos aos animais

Estudos realizados por diversos laboratórios, inclusive por pesquisadores brasileiros, comprovam que animais podem ser infectados pelo vírus da Covid-19, SARS-CoV-2, mas não transmitem a doença. Para esclarecer dúvidas a respeito do assunto, o SC no Ar recebeu na manhã desta sexta-feira (23) o veterinário oncologista e membro da diretoria do CRMV-SC (Conselho Regional de Medicina Veterinária de Santa Catarina), Luiz Afonso Erthal.

“O mais importante é salientar que os animais não transmitem a Covid-19. Eles podem até ter o vírus, mas não transmitem de forma alguma para humanos”, destaca o veterinário. Erthal explicou ainda que os animais costumam ser assintomáticos.

Animais podem contrair vírus da Covid-19, mas não transmitem a doença – Foto: Justin Veenema/UnsplashAnimais podem contrair vírus da Covid-19, mas não transmitem a doença – Foto: Justin Veenema/Unsplash

Segundo ele, a maioria dos cães e gatos contaminados contrai o vírus através do contato com humanos que tenham Covid-19. “Por isso, a importância de pessoas com Covid-19 fazerem o distanciamento, a quarentena, inclusive do seu animalzinho”, concluiu.

O médico veterinário falou ainda sobre o Abril Laranja, campanha de conscientização contra os maus-tratos aos animais. “Principalmente agora com a pandemia, houve um aumento expressivo de maus tratos”, revelou. Para Luiz Afonso, o principal motivo da crueldade é a falta de informação, até mesmo em relação à Covid-19.

Por isso, um dos focos das ações do CRMV-SC é a educação. “Temos que lembrar que os maus tratos não são somente traumas de alguém contra um animal, existem várias coisas que são importantes nessa informação. Por exemplo, deixar os animais sem alimentação, em locais com má higiene, animais fazendo trabalhos forçados, envenenamento, mutilação”, reforça o especialista.

Confira mais informações sobre a Covid-19 em animais e o Abril Laranja na entrevista.

+

SC no ar – Entrevistas