Dois macacos morrem por febre amarela no Oeste de SC

Animais foram encontrados mortos no interior de Palma Sola e tiveram resultado positivo para a doença

Dois macacos encontrados mortos no início do mês de fevereiro na linha São João, interior do município de Palma Sola, no Oeste de Santa Catarina, tiveram resultado positivo para febre amarela. A informação foi divulgada pelo setor de epidemiologia do município no último dia 31 de março.

O animal morreu em fevereiro, mas o resultado do exame que confirmou a doença saiu no dia 31 de março. (Imagem ilustrativa) – Foto: Pixabay/Reprodução/NDO animal morreu em fevereiro, mas o resultado do exame que confirmou a doença saiu no dia 31 de março. (Imagem ilustrativa) – Foto: Pixabay/Reprodução/ND

Edite Cirino, enfermeira e responsável pelo setor epidemiológico do município, explica que desde que os macacos foram encontrados a equipe da saúde já trabalhou como se o resultado fosse positivo.

Foram reforçadas visitas domiciliares das agentes de saúde e vacinados moradores que ainda não estavam imunizados. “Orientamos toda população sobre a vacinação e cuidados que devem ser tomados. Agora com o exame positivo, tivemos a comprovação de que o vírus silvestre está circulando em nosso município”.

Edite salientou, ainda, que todas as ações foram feitas no momento que os animais foram encontrados. Agora, o município intensificará ainda mais a conscientização da população para a vacinação.

Segundo ela, o município só teve conhecimento da circulação do vírus graças aos macacos. “Enfatizamos que os animais não são os vilões, eles nos avisam que o vírus está por perto. Graças a estes macacos é que descobrimos que temos a febre amarela em Palma Sola. Assim, conseguimos intensificar as medidas de proteção e conscientização”, afirmou a enfermeira.

Números em Santa Catarina

Segundo a DIVE (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina), com relação às epizootias, o Estado já recebeu, em 2021, a notificação de 430 primatas não humanos mortos ou doentes, sendo que em 111 ocorreu a confirmação para a febre amarela. Outras 33 epizootias (morte ou adoecimento de macacos) continuam em investigação para determinar a causa do óbito.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Animais