VÍDEO: Pesquisadores flagram 120 baleias nadando na costa de SC

Segundo o Projeto ProFRANCA/Instituto Australis, que contabilizou os animais durante um sobrevoo, o grupo era composto por 60 mães e 60 filhotes

O Sul de Santa Catarina é o principal local que as baleias escolhem para ser ponto de acasalamento e berçário. A enseada das praias da Ribanceira e de Ibiraquera, em Imbituba, são as preferidas pelos animais. Este ano foi atípico por dois motivos.

Primeiro, porque a visualização das baleias jubarte não é tão comum no Estado. Elas saem da Antártida e vão para o Sul da Bahia. E também porque a baleia franca tem o costume de vir para o Sul do Brasil já grávida e permanece até que o filhote cresça, mas fica sempre longe da costa. A temporada de reprodução dura de julho a novembro, e setembro é o mês que tem pico de aparições desses mamíferos. Em 2021, elas chegaram mais cedo, ainda no mês de junho.

Pesquisadores flagram 120 baleias nadando na costa de SC – Foto: Internet/Reprodução/NDPesquisadores flagram 120 baleias nadando na costa de SC – Foto: Internet/Reprodução/ND

“As baleias vêm para cá à procura de águas quentes e protegidas pro nascimento dos filhotes. Este ano, no início de setembro, nós realizamos um sobrevoo, onde nós contabilizamos 120 baleias francas. Sendo 60 mães com 60 filhotes. Esse número é praticamente três vezes maior do que o número observado no ano passado. O que mostra que mais baleias vieram se reproduzir aqui no nosso litoral esse ano”, explicou a diretora de pesquisa do Projeto ProFRANCA/Instituto Australis, Karina Groch.

Confira mais informações na reportagem do ND Notícias!

+

ND Notícias

Loading...