Filhotes de diabo-da-Tasmânia nascem na Austrália 3 mil anos após desaparecimento

Conservacionistas da ONG Aussie Ark identificaram sete minúsculos marsupiais que se reproduziram de forma natural

Mais de 3 mil anos após seu desaparecimento, sete filhotes de diabo-da Tasmânia – conhecidos como joeys – nasceram em New South Wales, na Austrália, de acordo com a ONG australiana Aussie Ark em uma rede social.

Os demônios da Tasmânia ficaram restritos no continente somente à ilha da Tasmânia, após a chegada de dingos, espécie de cachorros selvagens. As informações são da CNN Internacional.

Bebês diabo-da-Tasmânia nasceram na Austrália na segunda (24) – Foto: Reprodução/ Instagram Aussie ArkBebês diabo-da-Tasmânia nasceram na Austrália na segunda (24) – Foto: Reprodução/ Instagram Aussie Ark

A população ainda sofreu um duro golpe de um câncer conhecido como Doença do Tumor Facial do Diabo, que matou cerca de 90% da população desde a descoberta em 1996.

De volta à natureza

Em setembro de 2020, a ONG Aussie Ark recolocou 11 criaturas de volta à natureza com mais 15 marsupiais da espécie no continente, elevando o total de demônios da Tasmânia para 26.

Agora, poucos meses após a libertação, as criaturas se reproduziram com sucesso. Conservacionistas identificaram os minúsculos marsupiais, que segundo eles, têm o tamanho de amendoins com casca, dentro das bolsas das mães.

De acordo com o site Tourism Australia, diabos da Tasmânia fêmeas dão à luz entre 20 e 40 joeys de uma vez e os que chegam à bolsa da mãe continuam morando lá por cerca de três meses.

+

Animais

Loading...