FOTOS: Golfinho é encontrado morto na Praia da Joaquina

Impacto na cabeça pode ter causado a morte do golfinho, que tinha peixes em seu estômago, o que indicava que estava alimentado

Um golfinho-nariz-de-garrafa foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (22), na Praia da Joaquina, em Florianópolis. A necropsia apontou que a morte pode ter sido causada por um forte impacto na cabeça. O nome científico do animal é Tursiops truncatus.

Foram encontrados peixes no conteúdo estomacal do golfinho, indicando que se alimentou bem antes da morte - Divulgação/ R3Animal/ ND
1 5
Foram encontrados peixes no conteúdo estomacal do golfinho, indicando que se alimentou bem antes da morte - Divulgação/ R3Animal/ ND
Necropsia do golfinho foi feita por equipe do R3 Animal - Divulgação/ R3Animal/ ND
2 5
Necropsia do golfinho foi feita por equipe do R3 Animal - Divulgação/ R3Animal/ ND
Exames indicaram que a morte teria sido causada por forte impacto na cabeça - Divulgação/ R3Animal/ ND
3 5
Exames indicaram que a morte teria sido causada por forte impacto na cabeça - Divulgação/ R3Animal/ ND
Golfinho foi encontrado morto na Praia da Joaquina, em Florianópolis - Divulgação/ R3Animal/ ND
4 5
Golfinho foi encontrado morto na Praia da Joaquina, em Florianópolis - Divulgação/ R3Animal/ ND
O nome científico do animal é Tursiops truncatus - Divulgação/ R3Animal/ ND
5 5
O nome científico do animal é Tursiops truncatus - Divulgação/ R3Animal/ ND

O animal foi encontrado por uma das equipes de monitoramento diário do R3 Animal, formada pela técnica Ingridy Severino e o monitor Lucas Pedroso. Segundo o R3, o animal era uma fêmea de 2,65 metros e pesava 232,5 quilos. Foram encontradas marcas de interações com outros animais no corpo.

A necropsia foi realizada no Centro de Pesquisa, Reabilitação e Despetrolização de Animais Marinhos (CePRAM/R3 Animal). O animal se alimentava bem antes da morte, pois foram encontrados vários peixes em seu conteúdo estomacal.

“Sugere-se que o animal veio a óbito em decorrência do trauma no sistema nervoso central causado por um forte impacto”, explica a médica veterinária Janaina Rocha Lorenço.

Conhecendo a espécie

A Tursiops truncatus é uma espécie comum na região de Florianópolis e, por isso, bastante conhecida. O golfinho vive em águas tropicais e temperadas de todo o planeta. Também é chamado de “nariz de garrafa” por ter um bico curto e grosso.

Outro nome dado à espécie dos Tursiops truncatus é boto-da-tainha. Seu peso comum é entre 200 e 500 quilos e pode chegar a 3,5 metros de comprimento. Peixes, polvos e crustáceos são seu principal alimento.

Monitoramento

As equipes de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), coordenadas pela R3 Animal em Florianópolis, monitoram diariamente as praias da Solidão e Brava.

As buscas são voltadas para animais marinhos debilitados ou mortos. A Lagoinha do Leste é acompanhada semanalmente. Em outras localidades da Ilha, o atendimento pode ser acionado através do telefone 0800 642 3341, das 7h às 17h.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais

Loading...