FOTOS: Jararacuçu de um metro aterroriza moradores de Apiúna e é capturada por bombeiros

A serpente foi encontrada no quintal de uma residência no começo da manhã desta quarta-feira (5)

Uma cobra foi capturada em uma residência nesta quarta-feira (5), por volta das 07h53 no bairro Basílio, em Apiúna. O animal é uma serpente da espécie jararacuçu com cerca de um metro, considerada a segunda maior serpente do Brasil e uma das mais perigosas.

Em seguida a cobra foi levada a natureza novamente - Bombeiros Ascurra, Divulgação
1 2
Em seguida a cobra foi levada a natureza novamente - Bombeiros Ascurra, Divulgação
A serpente foi capturada no começo da manhã desta quarta-feira (5) - Bombeiros Ascurra, Divulgação
2 2
A serpente foi capturada no começo da manhã desta quarta-feira (5) - Bombeiros Ascurra, Divulgação

De acordo com as informações dos bombeiros, a serpente foi encontrada no quintal da casa, além disso, segundo a moradora da residência  a cobra picou o seu gato que acabou não resistindo à picada da serpente.

Após a captura, a cobra que media um metro foi entregue a natureza para evitar transtornos. Além disso,  ela pode injetar uma grande quantidade de veneno em uma única picada na vítima.

A jararacuçu é a maior espécie presente em Santa Catarina. Na língua tupi-guarani, o nome remete a “jarara” como bote de cobra, e “uçu” como largo, para lembrar que a espécie pode atacar sua presa mesmo de longe.

A espécie, que é peçonhenta, pode chegar a 2,5 metros de comprimento e a picada pode provocar hemorragia, inchaço e destroem os tecidos na região da picada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais

Loading...