Joinville torna permanente a feira virtual de adoção de animais; veja como adotar

É possível conferir os animais que esperam por um novo lar e se candidatar à adoção por meio do site da prefeitura

Com o sucesso da feira virtual “Adote um amigo”, lançada pelo Centro de Bem-Estar Animal de Joinville (CBEA) em abril, a prefeitura decidiu tornar a ação permanente, possibilitando que os moradores da cidade se candidatem para a adoção online durante todo o ano.

Astro é um dos animais que aguardam um novo lar – Foto: Prefeitura de Joinville/DivulgaçãoAstro é um dos animais que aguardam um novo lar – Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação

Os animais acolhidos pela entidade tem acompanhamento veterinário, passam por exames, recebem microchip, são castrados e vacinados. Além disso, segundo a prefeitura, são animais adultos e com personalidade e comportamento já conhecidos, assim como hábitos de higiene já definidos.

Entre os cães e gatos disponíveis para adoção, há animais de pequeno, médio e grande porte, que podem viver em diferentes espaços e ambientes, de acordo com a rotina do tutor.

Como adotar um animal na feira virtual de Joinville

As pessoas interessadas em adotar um novo amigo devem preencher o formulário no site da prefeitura de Joinville. Lá, há fotos e a descrição da personalidade de cada animal.

Após a inscrição, os candidatos podem visitar o CBEA para conhecer pessoalmente e se adaptar com o pet, com a orientação da equipe de cuidadores da unidade. As visitas podem ser agendadas de segunda a sábado, das 10 às 16h.

Jão tem um histórico de duplo abandono e, agora, espera por um novo tutor – Foto: Prefeitura de Joinville/DivulgaçãoJão tem um histórico de duplo abandono e, agora, espera por um novo tutor – Foto: Prefeitura de Joinville/Divulgação

Como critério para a adoção, o CBEA avalia o tipo de moradia do tutor interessado para verificar se o ambiente é compatível com o animal desejado, principalmente em relação aos de porte maior.

Outra dica da equipe é que as pessoas que residem em apartamento verifiquem o regulamento do condomínio antes de adotar o bichinho. No mais, as exigências são “amor e respeito pelo animal”, recomenda a gerente do CBEA, Marisa Fock.

Ao optar pela guarda responsável, o tutor assume a responsabilidade de cuidar do animal em todas as etapas da vida, com princípios básicos de saúde física e mental, que incluem desde cuidados com alimentação adequada, alimentação, higiene, vacinação, cuidados veterinários, além de carinho e atenção.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais