Na lava-roupas, no mar, na piscina: por que tantas cobras têm aparecido no Norte de SC?

As cobras em situações cada vez mais inusitadas têm chamado a atenção dos moradores do Norte catarinense

Elas aparecem quase todos os dias e cada vez em situações mais ousadas: estão em lava-roupas, em piscinas, comendo umas às outras e até já se aventuraram no mar. Estamos falando das cobras e de suas aparições frequentes no Norte de Santa Catarina.

Essa coral aqui ficou famosa ao <a href="https://ndmais.com.br/animais/fotos-coral-engole-outra-cobra-em-jaragua-do-sul-e-nao-da-conta-da-refeicao" target="_blank" rel="noopener noreferrer">comer uma colega</a> &#8211; Foto: Christian Raboch/DivulgaçãoEssa coral aqui ficou famosa ao comer uma colega – Foto: Christian Raboch/Divulgação

Todas as semanas, o ND+ traz relatos de serpentes em locais inusitados, o que tem despertado a curiosidade dos moradores da região: afinal, por que tem tanta cobra aparecendo por aqui? Quem traz a resposta é o biólogo Christian Raboch, que trabalha na Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente).

“Esse ano está sendo atípico, temos resgatado muitas serpentes por dia, até cinco diariamente. A maioria é inofensiva, mas acaba assustando. Afinal, são serpentes em máquina de lavar roupa, grudadas em fita adesiva, caninanas com dois metros de comprimento dentro da cozinha. Isso assusta bastante”, fala.

Serpente foi encontrada na recepção de um hospital de Guaramirim &#8211; Foto: Bombeiros VoluntáriosSerpente foi encontrada na recepção de um hospital de Guaramirim – Foto: Bombeiros Voluntários

Segundo Christian, não é possível afirmar se há alguma condição específica no ambiente. O que se sabe é que, como as serpentes têm sangue frio, a temperatura do corpo varia conforme o ambiente e, em épocas de calor, elas ficam agitadas e saem para buscar comida.

Outro motivo da aparição das cobras ficar mais evidente é que as pessoas têm chamado mais o resgate em vez de matar os animais. Assim, elas acabam sendo resgatadas nas mais diversas situações e ficam famosas!

Mas para alívio de muitas pessoas, com as temperaturas baixando nos próximos meses, a previsão é que elas se escondam por um tempinho. “No final de abril e no começo de maio, não tem praticamente nenhuma serpente ativa, elas procuram um local escuro e hibernam. Voltam a sair para procurar comida depois da primavera”, explica.

O que fazer quando notar uma cobra em casa

Segundo Christian, a primeira coisa a fazer quando descobrir que uma cobra está por perto é manter a calma.

Manter a calma é importante ao ver uma cobra em casa &#8211; Foto: Christian RabochManter a calma é importante ao ver uma cobra em casa – Foto: Christian Raboch

Feito isso, o segundo passo é chamar o resgate e trancar animais domésticos, como gatos, cachorros e aves, para impedir que eles cheguem perto da serpente. Em Jaraguá do Sul, a Fujama captura os animais e em outras cidades essa tarefa fica por conta dos bombeiros.

Enquanto o resgate não chega, vale colocar um balde em cima da cobra para impedir que ela se mova e ficar sempre de olho para ver se ela não foge ou se esconde em outro espaço.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais