Busca voluntária

No blog do projeto Busca voluntária você encontra boas notícias para inspirar o seu dia.


Pesquisa aponta que mais de 65 espécies de animais dão risada

A risada é um comportamento humano natural e, muitas vezes, incontrolável. O riso também é uma questão social e de integração em grupo, além de fazer muito bem para a saúde. Contudo, esses aspectos não se limitam às pessoas. A Universidade da Califórnia (UCLA), nos Estados Unidos, fez um estudo que mostrou que mais de 65 espécies de animais também riem quando estão se divertindo.

Leia mais:
ONG leva animais para fazer visitas em hospitais, lares de idosos e abrigos infantis
Projeto instala comedouros para animais de rua no Rio de Janeiro

A pesquisa foi liderada por Sasha Winkler, antropologista, e Greg Bryant, o professor de comunicação da universidade. O trabalho foi embasado no rastreamento do comportamento lúdico de várias espécies. Na sequência, os cientistas identificaram os padrões de vocalização que fossem semelhantes com o riso dos seres humanos.

Esse processo revelou que cerca de 65 espécies de animais compartilham desses padrões que caracterizam o riso. Na lista estão não apenas os primatas e os cachorros (vistos dando risinhos na internet há muitos anos), mas vacas, raposas, focas e até pássaros.

A descoberta mostrou que esse comportamento também está relacionado às relações sociais e de carinho entre os animais – e deles com os humanos. Na sequência, a dupla foi em busca de entender como eram os sons produzidos por casa espécie enquanto durante o riso, para entender se eles eram semelhantes aos dos humanos.

Nesse sentido, o estudo concluiu que os animais usam o riso como uma maneira de se comunicar durante “brincadeiras”. O mais interessante é que a atitude não se limita aos momentos de amizade e família. Ele aparece também durante situações de briga e disputa – como um pedido de “não agressão” em situações mais violentas.

“Quando rimos, fornecemos informações a outras pessoas de que estamos nos divertindo e também convidamos os outros a participar”, disse Sasha Winkler. “Alguns estudiosos sugeriram que esse tipo de comportamento vocal é compartilhado por muitos animais que brincam e, como tal, o riso é a nossa versão humana de um sinal de jogo vocal evolutivamente antigo”, completa a antropologista.

Fonte: newsroom.ucla