Como conquistar a confiança de um cão traumatizado e com medo de pessoas?

Confira na coluna de hoje como ajudar um cão traumatizado e medroso a confiar novamente nas pessoas e aprenda a fazer petiscos saudáveis em casa para usar sem risco para a saúde do peludo

Ilustração Luiz Mendes

Medo de gente

Algumas vezes acontece de adotarmos um cachorro que, por ter sofrido muito, tem medo de pessoas e precisa reaprender a confiar nos seres humanos. Como acostumar um cão traumatizado à vida no novo lar é uma dúvida que eventualmente recebo dos leitores. A coluna de hoje traz dicas para reverter esta situação, mas o principal é ter calma, paciência e esperar que o animal vá se soltando no seu ritmo, mesmo que isso implique viver um bom tempo sem interagir muito com ele.

Associações

A primeira coisa a fazer após perceber o comportamento medroso e desconfiado é iniciar um treinamento que permita ao cão associar a presença de pessoas a coisas positivas. Você pode fazer isto jogando algum petisco ou comidinha bem apetitosa para ele sempre que se aproximar, mas sem ficar olhando para ele e chamando-o. Apenas observe se ele se aproxima, mesmo que depois de algum tempo e de maneira cuidadosa e ressabiada, e pega o petisco.

Aos poucos

Se o apetite do cão estiver dentro da normalidade, ele irá pegar os petiscos e, à medida que você notar que ele está ficando mais confiante e buscando mais rapidamente a guloseima, pode começar a tentar jogar de longe e ficar esperando (também a certa distância), que ele venha pegar também nessa nova condição (petisco mais distante).  Você só deve avançar na aproximação quando o cachorro demonstrar confiança e nenhuma das reações de medo, como colocar o rabo entre as pernas, salivação excessiva, busca de um esconderijo e até tentativas de agressão.

Tranquilo

Procure fazer esses treinos em locais onde o cão costuma ficar e se sentir bem, cuidando para que não haja barulhos em excesso nem muitas pessoas em redor ao mesmo tempo em que você trabalha para conquistar sua confiança. O ideal seria que uma pessoa por vez fizesse esse treino, para depois começarem a aumentar em número de pessoas, sempre observando se o cachorro está tranquilo conforme novas variantes vão sendo introduzidas no cenário.

Ritmo
Nunca, jamais, force um contato, nem corra atrás do cachorro ou o agarre para dar colo, “forçando a amizade”. Essas atitudes farão o medo aumentar ainda mais! O cão medroso precisa querer vir até você, com confiança.  Pode demorar meses até o cão se sentir confiante perto de humanos, mas conquista de sua amizade proporcionará ainda mais satisfação aos sentimentos positivos que a adoção nos traz. Tenha paciência, este é o segredo para qualquer treino de modificação comportamental.

Petisco saudável

Unte com um pouco de óleo um prato fundo que possa ir ao forno de microondas. Quebre dois ovos dentro e bata-os. Opção para ficar mais palatável (e mais calórica): você pode adicionar um pouco de queijo ralado ou pedacinhos minúsculos de carne. Para petiscos mais magros, use apenas as claras dos ovos. Cozinhe sem tampar no microondas por dois minutos e depois deixe esfriar mais dois minutos. Cozinhe por mais um minuto no microondas, sempre sem tampar o prato e deixe esfriar por mais dois minutos. Repita o processo até que os ovos estejam sequinhos a ponto de você cortá-los em pequenos pedaços. Espere esfriar e bom treino! Guarde os petiscos na geladeira. 

Loading...