Seu cachorro ou gato adora lamber pessoas e você quer mudar isto?

Quando um cachorro ou gato nos lambe, na verdade é como se estivesse nos elogiando. Estes animais interagem com a boca o dia inteiro, brincando, impondo limites, se limpando e demonstrando afeto.

Lambidas

Seu cachorro ou gato adora lamber pessoas e você quer mudar isto? É possível! Primeiro, precisamos aprender a reconhecer os sinais de que ele começará a lamber em breve. Antes que o “banho de língua” comece, chame a atenção do peludo para outra coisa. Se ele for um gato e gostar de catnip, a “erva dos gatos”, ofereça um brinquedo recheado com ela ou qualquer outro de que ele goste bastante. Cães são mais fáceis de distrair e você pode usar brinquedos, petiscos ou pedir que o seu busque algo, por exemplo.

 

Arte Mendes/ND

Reeducação

Ensine outras pessoas da casa sobre como proceder e explique que o animal está sendo reeducado, o que precisará da colaboração e constância de todos. Se ele tiver a atenção redirecionada em absolutamente todas as vezes em que tentar lamber alguém, será mais fácil e rápido de acabar com a mania.

Motivos

Para cães e gatos lamber é uma maneira de interagir socialmente. Filhotes de gato e até os mais velhos e que convivem bem também adoram passar o tempo lambendo um ao outro. Geralmente, eles lambem partes do corpo difíceis de serem alcançadas sozinhas pelo outro animal, como o topo da cabeça ou ouvidos. Quanta inteligência e camaradagem, não? A troca de cheiros que acontece nesta interação aumenta os laços de amizade entre os animais e ele está só querendo ser mais seu amigo ao te lamber tanto!

Elogio

Quando um cachorro ou gato nos lambe, na verdade é como se estivesse nos elogiando. Estes animais interagem com a boca o dia inteiro, brincando, impondo limites, se limpando e demonstrando afeto. Um banho de língua em humanos indica que o peludo está seguro na presença da pessoa e demonstra que ele a considera como parte da sua “tribo”. É um hábito aprendido na infância, quando cadelas e gatos lambem tanto seus filhotes a ponto de ingerir suas fezes e urinas para mantê-los limpos.

Gatos

A língua dos gatos é complexa e rica em detalhes, coberta por papilas minúsculas que lembram espinhos, quando observadas ao microscópio. Nos gatos as papilas não são responsáveis pelo paladar e são compostas por queratina, a mesma substância que presente em pelos e unhas, daí a sensação de aspereza provocada na lambida. Elas ajudam os gatos a tirar a carne de ossos (gatos são carnívoros estritos, feitos para comer outros animais, não ração) e ajudam a manter a pelagem limpa e livre de parasitas.

Ansiedade

Comportamentos obsessivos geralmente têm sua causa na ansiedade e no tédio. Cães e gatos que se lambem em excesso, a ponto de arrancar o pelo ou de se ferir, estão tentando se confortar e distrair do estresse sentido. No caso dos gatos, outros sinais podem ser “mamar” em roupas, plásticos ou na pele de pessoas. No caso dos cães, latidos em excesso e destruição de objetos também podem ocorrer.

Brinque

Brincar sempre é bom. Mantém o animal magro e calmo e aumenta os laços de amizade entre vocês. As químicas produzidas pelo corpo durante o exercício e a brincadeira ajudam a relaxar e provocam sensação de contentamento em pessoas em animais. Mais tranquilo, o peludo tem menos chances de por em prática comportamentos obsessivos.

Paciência

Não é fácil mudar comportamentos, principalmente se o animal já está acostumado com eles e os repete sempre que possível, como no caso de lamber pessoas. Lembre sempre de ser gentil e evite gritos, brigas e reações físicas como sacudir, jogar pra longe ou (espero que isso nunca aconteça) bater. 

Loading...