VÍDEO: Cobra é encontrada ‘se refrescando’ em piscina em meio a calor de Florianópolis

Cachorro encontrou a cobra dentro da piscina da casa no bairro Rio Tavares, em Florianópolis

Não bastasse o calorão registrado nesta terça-feira (18) em Florianópolis, Eva Adriana Dias não pode nem se refrescar: ela encontrou uma cobra dentro da piscina. O caso ocorreu no bairro Rio Tavares durante a manhã e foi registrado pela funcionária da residência.

Moradora gravou animal tentando deixar a piscina – Vídeo: Arquivo Pessoal/ND

A presença da “visitante” foi anunciada por volta das 10h30 pelo cachorro Paçoca, o vira-lata casa. “Ele começou a latir e não parava. Quando desci, vi a cobra na piscina. Ela tentava sair da piscina e não conseguia”, lembra Eva, que é a responsável pela faxina da casa.

Apenas ela e o cão estavam na residência, que tem dois andares. Preocupada com a segurança do animal, ela subiu para o segundo andar da casa e se fechou com Paçoca até a chegada de resgate. Os movimentos da cobra eram acompanhados pela janela.

A Polícia Militar Ambiental chegou ao local por volta das 14h. A cobra foi removida com uma pinça de contenção e inserida em uma caixa específica, semelhante a um tubo.

O local é rodeado por áreas verdes e dunas, conta Eva, o que favorece a presença de animais diferentes, como lagartos. Mas, nos quatro anos que trabalha na casa, é a primeira vez que se depara com o animal peçonhento.

Animal sendo retirado da piscina – Vídeo: Arquivo Pessoal/Divulgação/ND

Que espécie é?

A reportagem procurou o CIATox (Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina) para tentar identificar o réptil, com base nos vídeos do gênero Micrurus, que engloba diferentes espécies de corais.

Entretanto não foi possível, a partir de uma primeira análise, identificar qual é o réptil. A Micurus engloba cobras como a cobra-coral-decorada, cobra-coral e  coral-verdadeira que se diferem em relação a casca e a cabeça, informa o órgão.

Retirada da cobra em FlorianópolisRéptil foi retirado da piscina no início da tarde desta terça – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Orientações

Ao se deparar com cobrar, a orientação é acionar o Corpo de Bombeiros Militar ou a Polícia Militar Ambiental. “A pessoa deve manter-se afastada. São animais calmos, que não oferecem qualquer perigo a não ser que se sintam ameaçadas”, orientam os bombeiros.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Animais

Loading...