Clima de otimismo envolve famílias na decoração para o Natal

No mês de novembro, já começam a surgir nas casas as guirlandas nas portas, os bonecos de Papai Noel nas janelas e as árvores enfeitadas

É chegada a última semana do mês de novembro e já começam a surgir nas casas as guirlandas nas portas, os bonecos de Papai Noel nas janelas e as árvores com diversos apetrechos. Na Grande Florianópolis, as tradições não são diferentes.

Festas de fim de ano juntam famílias em todo o Brasil – Foto: Georgia Prazeres/Divulgação/NDFestas de fim de ano juntam famílias em todo o Brasil – Foto: Georgia Prazeres/Divulgação/ND

Esses rituais de como decorar a casa e onde colocar cada pequeno detalhe costumam ser uma questão particular de cada família, mas a dúvida que sempre paira na cabeça de quem gosta de celebrar o Natal é quando começar a montar a decoração?

Maria de Lourdes Coelho tem a data anotada num bilhete de geladeira para não esquecer: 16 de novembro. Dia em que ela marcou com a filha para dar sequência a uma tradição antiga da família e que vai além de apenas preparar a casa para o 25 de dezembro.

“Faço isso desde que meus filhos eram pequenos e é uma forma de nos juntarmos. Hoje, mesmo com eles morando nas suas casas, chamo todos e fazemos aquela bagunça boa”. Dona Kika, como é conhecida, tem três filhos, seis netos e dois bisnetos.

A artesã de 70 anos possui um acervo com mais de 20 anos de enfeites e que já foi até maior, mas que todos são especiais. Ela não mantém um padrão no local onde cada adereço deve ficar.

“Como são várias pessoas para preparar a casa, a gente sempre muda uma coisa ou outra. O único hábito que a gente não muda é começar a decoração pela árvore de natal”.

Dona Lourdes enfeita a casa para comemorar o Natal em 2021 – Foto: Leo Munhoz/NDDona Lourdes enfeita a casa para comemorar o Natal em 2021 – Foto: Leo Munhoz/ND

Esse ritual tem motivo. Há sete anos Dona Kika perdeu uma das filhas, Rosemar Coelho, devido a um câncer de mama. Ela era a que mais entrava no clima natalino e a que mais ajudava na montagem.

Após o ocorrido, Maria de Lourdes perdeu um pouco do espírito que mais a alegrava nos finais de ano e parou de decorar a casa.

Presença marcante

Esse sentimento se manteve por dois anos, até que sua neta e filha de Rosemar, Karin Coelho, decidiu dar de presente para a avó a árvore que era da mãe. Isso mudou mais uma vez a relação de Dona Kika com as festas de final de ano e hoje a decorar a casa para o Natal é uma forma de manter viva a memória de sua filha.

Árvore de Natal é símbolo máximo das festividades no Brasil no mês de dezembro - Leo Munhoz/ND
1 5
Árvore de Natal é símbolo máximo das festividades no Brasil no mês de dezembro - Leo Munhoz/ND
Presépio é item garantido no Natal, seguindo a tradição cristã - Leo Munhoz/ND
2 5
Presépio é item garantido no Natal, seguindo a tradição cristã - Leo Munhoz/ND
Coleção de enfeites fica distribuída pelos cômodos do local - Leo Munhoz/ND
3 5
Coleção de enfeites fica distribuída pelos cômodos do local - Leo Munhoz/ND
Decoração tradicional enfeita a casa todos os anos - Leo Munhoz/ND
4 5
Decoração tradicional enfeita a casa todos os anos - Leo Munhoz/ND
Decoração natalina também invadiu o banheiro da residência - Leo Munhoz/ND
5 5
Decoração natalina também invadiu o banheiro da residência - Leo Munhoz/ND

“Eu comecei a perceber que se ela gostava tanto, não havia sentido para que eu parasse. Assim eu mantenho ela sempre presente na nossa festa de família”.

Em cada detalhe uma boa recordação

Quem também tem uma relação diferente com a árvore de Natal é Gislene Prazeres. Supersticiosa, a dentista todo ano coloca uma peça nova na principal decoração de sua casa. Para ela e para a família, incluir novos detalhes é uma forma de renovar as energias e trazer algo, tanto para o Natal, quanto para o ano que irá chegar logo em seguida.

Famílias começam preparativos para o Natal – Foto: Leo Munhoz/NDFamílias começam preparativos para o Natal – Foto: Leo Munhoz/ND

Outra peculiaridade da casa Gislene é que cada peça da árvore representa um momento marcante da família de quatro pessoas. Seja uma estrela feita pelo filho mais velho nos tempos de pré-escolar ou uma bola comprada em alguma viagem de família.

Essa prática, segundo ela, faz com que eles possam montar na própria árvore uma nova história. “A montagem de Natal não é um simples momento de decorar a casa, mas sim de lembrar dos momentos bons que nós tivemos.”

Festa nas cidades

Não apenas as famílias, mas as cidades da região também estão começando os preparativos para o Natal. Florianópolis contará com desfiles, apresentações nos bairros e atrações especiais na praça 15 de Novembro, além das tradicionais decorações festivas. A ação faz parte do projeto “Verão da Virada”.

O lançamento das atividades será feito no dia 2 de dezembro, com uma celebração de abertura em frente à Catedral Metropolitana, que contará com o tradicional acendimento das luzes da cidade.

Palhoça abriu a campanha Natal Esperança e Luz na quarta-feira (24) com a chegada do Papai Noel e vai até o dia 22 de dezembro com atrações musicais e culturais.

Também foram colocadas figuras natalinas e brinquedos temáticos espalhados pelas principais vias, praças, parques e prédios públicos. A novidade desse ano fica na praça das Bandeiras com uma árvore iluminada de 15 metros de altura.

São José terá, a partir do dia 1º de dezembro atrações temáticas com o tema “Reencontro”. Haverá exposições e apresentações artísticas, feiras de artesanato, simulador de neve e presépios. Os eventos ocorrerão na praça Hercílio Luz, no Centro Histórico.

Em Biguaçu a programação de “Um Abraço de Natal” começa no dia 3 de dezembro e terá, ao todo, 16 atrações, distribuídas em cinco dias de eventos gratuitos. Na abertura serão acesas as luzes da decoração com apresentações culturais e artísticas e a chegada do Papai Noel.

Programação natalina

Florianópolis

  • Abertura do “Verão da Virada”, com acendimento das luzes festivas
  • Onde: Catedral Metropolitana
  • Quando: quinta-feira (2)

São José

  • Abertura do Natal do Reencontro
  • Onde: Centro Histórico
  • Quando: quarta-feira (1)

Palhoça

  • Campanha Natal Esperança e Luz
  • Onde: praça Sete de Setembro
  • Quando: até o dia 22 de dezembro

Biguaçu

  • Abertura do “Abraço de Natal”
  • Onde: praça Nereu Ramos
  • Quando: sexta-feira (3).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Arquitetura e Decoração

Loading...