Como rebocar uma parede de forma prática e eficiente

<span style="font-weight: 400;">O reboco além de determinar o acabamento, também serve para dar proteção externa</span> &#8211; Foto: DivulgaçãoO reboco além de determinar o acabamento, também serve para dar proteção externa – Foto: Divulgação

O revestimento de uma parede é composto por três camadas: chapisco, emboço e reboco. Hoje vamos falar sobre o reboco, que é a camada mais externa.

 O reboco só deve ser executado depois da devida instalação de peitoris e caixões de portas e janelas. Além de determinar o acabamento da obra, ele também serve para dar proteção externa pras paredes e evitar infiltrações, que podem causar até mesmo problemas de saúde aos moradores.

Ele é composto basicamente por uma mistura de cimento, cal, areia e aditivos. É de extrema importância que a mistura seja feita de forma correta para se ter um reboco eficiente. Por exemplo: se houver muito cimento ou pouca cal, ele ficará muito rígido e poderá apresentar micro fissuras. O tipo da areia também influencia diretamente na qualidade do reboco. 

Ninguém quer investir em uma obra para ter problemas futuros, não é mesmo? Mas calma, existe uma solução para rebocar que é prática e eficiente! O Especialista Inkor ensina qual no vídeo: 

Se você ainda ficou com alguma dúvida, é só acessar o site da Inkor e conversar com um especialista da sua região!

+

Especialista INKOR