Condomínios residenciais apostam em áreas sociais completas

Espaços compartilhados e super equipados funcionam como verdadeiros clubes, com a comodidade de não precisar sair de casa

Com as rotinas agitadas, muitas pessoas que optam por viver em centros urbanos acabam procurando moradias que ofereçam não só conforto, mas também praticidade. Pensando nisso, o mercado imobiliário tem apostado cada vez mais na tendência dos espaços sociais compartilhados.

Salão de jogos e outras facilidades compõem áreas sociais completas – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

Mas já faz algum tempo que essas áreas deixaram de ter somente um simples salão de festas, piscina e playground. Atualmente, abrangem um vasto leque de opções. “Além do tradicional salão de festas, o espaço gourmet é uma ótima opção para receber entre 10 a 20 convidados com bastante conforto, sem necessidade de acomodar todos dentro do seu apartamento”, explica a engenheira civil e decoradora de interiores da AM Construções, Milene Hillesheim da Silva.

Conforme a decoradora, os empreendimentos mais modernos incluem salas de jogos com mesas de sinuca, baralho e pebolim, além de vídeo games, brinquedotecas, academias de ginástica e espaços gourmet, pet place, quadras poliesportivas, jardins, saunas, etc, dependendo da área disponível.

A multifuncionalidade está tão em primeiro plano, que alguns condomínio oferecem inclusive áreas de coworking, lavanderias e hortas compartilhadas, e até restaurantes. Com a pandemia, surgiram algumas adaptações, como o uso de espaços no subsolo para instalação de máquinas self-service de alimentação ou micro lojas de conveniência.

Espaço Mulher e outras comodidades

Outra novidade recente, segundo Milene, é o Espaço Mulher. “Ele agrega salão de beleza com lavatório, mesa de manicure, sala de massagem e espaço para pequenos eventos”, revela a decoradora.

Áreas novas para mulheres agregam salão de beleza, sala de massagem e espaço para pequenos eventos – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

Em São José, o empreendimento Lídia Dircksen, da AM Construções, é um exemplo de condomínio preocupado com esse cuidado feminino. E não apenas isso, o conceito moderno com foco em qualidade de vida do Lídia Dircksen levou à criação de uma área social completa.

O espaço inclui salão de festas de 250 metros quadrados todo mobiliado, academia com vista para o mar e sauna equipada, sala de jogos, brinquedoteca e sala de jogos infantil, espaço gourmet mobiliado, espaço mulher, playground, três bicicletários, piso cerâmico nas garagens, gerador de emergência, zeladoria e sala do síndico.

Suas inúmeras facilidades e serviços e a proximidade com o comércio do bairro Campinas, o tornam um local perfeito para quem busca uma vida mais prática. Com apartamentos de até 159 metros quadrados privativos, de 3 e 4 dormitórios,  traz a excelência do padrão de acabamento da AM Construções, empresa com mais de 40 anos de mercado na Grande Florianópolis.

Sofisticação e elegância na área gourmet do Lídia Dircksen, em São José – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

Decoração e escolha de materiais

A praticidade de poder fazer várias atividades sem sair do ambiente residencial veio mesmo para ficar. E ela também se traduz no uso de materiais que agregam conforto e segurança, sem deixar de lado a elegância e a sofisticação.

Um exemplo é o ecopaper, um papel de parede sustentável, feito com algodão. “Tenho usado bastante para revestir as paredes do cinema, hall de entrada e salão de festas. Ele é ecológico, melhor isolante térmico e anti acústico, além de ser antialérgico”, diz Milene.

A decoração também desempenha importante função nesse aspecto. “Quanto melhor a decoração do apartamento -,com boa sala, lugar para ler e para trabalhar, mais confortável ele se torna. Já nas áreas comuns, procuro aliar meu gosto pessoal – que segue o estilo clássico que nunca sai de moda – às tendências atuais, para deixar tudo harmonioso e agradável, de acordo com a necessidade do cliente”, afirma.

Com foco no lazer, condomínios modernos trazem áreas sociais que incluem até sala de cinema – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

“Hoje, temos academias mobiliadas cuja arquitetura já foi planejada para isso, se refletindo na melhor escolha do local, tamanho, ventilação, tipo de piso, para que o usuário tenha o aproveitamento ideal do espaço”, diz. Com todos os aparelhos necessários, a área fitness ajuda ainda a economizar tempo e dinheiro, já que não é preciso pagar nem se deslocar até uma academia para praticar exercícios físicos.

Academia também faz parte da área social comum no Lídia Dircksen – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

Já nas brinquedotecas, o mobiliário tem o tamanho certo para envolver as crianças menores, com quadros, mesinhas para desenhar, TV, objetos lúdicos. “A aposta é na mistura de cores neutras que tranquilizam, com o colorido que chama a atenção das crianças”, aponta a especialista.

Outra tendência que veio para ficar são as áreas para as brincadeiras dos bichinhos, conhecidas como pet place. Elas contam com circuitos de brincadeiras e agilidade, espaço para alimentação e hidratação, garantindo a saúde física e psicológica dos pets.

Brinquedoteca une o lúdico e o moderno em espaço amplo e completo – Foto: AM Construções/Divulgação/ND

Ambientes abertos e integrados

Por conta das necessidades sanitárias impostas pela pandemia, os ambientes abertos, com boa circulação de ar e iluminação natural estão cada vez mais valorizados. Assim, ganham evidência os imóveis com cozinhas e salas integradas, locais que podem ser transformados em home office (como sacadas ou closets), entre outros. “Tudo deve ser bem ventilado e, se tiver sol, mesmo que seja na sacada para curtir o ar livre de dentro de casa, melhor ainda”, opina Milene.

“Apartamentos maiores, com dependência de empregada, cantos em corredores grandes ou sacadas podem virar home office, observando sempre a ventilação e a iluminação. Ter um pequeno hall com aparador, onde se pode deixar álcool, papel toalha, chaves e sapatos também é interessante. Na China e Japão já é um hábito deixar o calçado do lado de fora, mas aqui pode ser uma tendência e acabar virar hábito de higiene”.

Aproveitamento dos espaços

Ter um local adequado para o lazer e o convívio dos moradores não é privilégio de prédios novos. Até mesmo condomínios mais antigos podem transformar alguns cantos mal aproveitados para criar áreas comuns sem custo elevado, como redários, pequenos deques para relaxamento e pet place. Lembrando sempre de respeitar o perfil dos moradores para que os espaços comuns sejam realmente usados.

Em imóveis com apartamentos pequenos, por exemplo, um espaço gourmet pode ser interessante, enquanto apartamentos com churrasqueira na varanda podem acabar limitando o uso da churrasqueira do condomínio. É importante pensar também na terceira idade e pessoas com deficiência física, criando locais com menos escadas e mais rampas, portas mais largas e pisos antiderrapantes.

Entretanto, a maior vantagem dos novos condomínios, como o Lídia Dircksen e outros empreendimentos da AM Construções, é que tudo já está pronto antes mesmo de você se mudar. Para conhecer essas novidades, entre em contato pelo telefone (48) 3035-7510.

+

AM Construções