FOTOS: você conhece a história por trás do castelo de Joinville?

Castelo Coradelli virou atração nacional; confira essa galeria de imagens que revela a coragem e a determinação de um morador sonhador

Um castelo em Joinville? Temos! É sempre bom lembrar né? Leonardo Coradelli, de 66 anos, começou a construção em 1996. Hoje, vive com a família no castelo. São mais de 700 metros quadrados de área construída, com 16 torres grandes e outras 32 menores, 21 cômodos, além de arcos e uma piscina com chafariz. – Foto: Reprodução vídeo/ND
1 7

Um castelo em Joinville? Temos! É sempre bom lembrar né? Leonardo Coradelli, de 66 anos, começou a construção em 1996. Hoje, vive com a família no castelo. São mais de 700 metros quadrados de área construída, com 16 torres grandes e outras 32 menores, 21 cômodos, além de arcos e uma piscina com chafariz. – Foto: Reprodução vídeo/ND

Era um sonho de criança. O dono do castelo disse que a inspiração surgiu na beira do mar. “Era pequeno e fazia castelinhos de areia na praia. Vou ter de fazer uma casa para mim”, dizia. À noite, as luzes realçam o formato das torres e o contorno dos arcos. O castelo iluminado pode ser visto a quilômetros de distância. – Foto: Reprodução TV
2 7

Era um sonho de criança. O dono do castelo disse que a inspiração surgiu na beira do mar. “Era pequeno e fazia castelinhos de areia na praia. Vou ter de fazer uma casa para mim”, dizia. À noite, as luzes realçam o formato das torres e o contorno dos arcos. O castelo iluminado pode ser visto a quilômetros de distância. – Foto: Reprodução TV

Mas colocar esse sonho de pé não foi nada fácil. A infância foi dura. Leonardo Coradelli trabalhava na roça com seus irmãos. Com 14 anos, saiu de casa. Sozinho, teve de lutar. Virou massoterapeuta e nunca desistiu do sonho de criança de construir um castelo. Cada pedra da construção é resultado de muita dedicação nas horas de folga. – Foto: Reprodução TV
3 7

Mas colocar esse sonho de pé não foi nada fácil. A infância foi dura. Leonardo Coradelli trabalhava na roça com seus irmãos. Com 14 anos, saiu de casa. Sozinho, teve de lutar. Virou massoterapeuta e nunca desistiu do sonho de criança de construir um castelo. Cada pedra da construção é resultado de muita dedicação nas horas de folga. – Foto: Reprodução TV

Coradelli trabalhava até as 18 horas em sua clínica e depois ia para casa e trabalhava até as 23 horas na construção do castelo. No dia seguinte, as 5 horas, voltava a martelar. “Tem muito suor aqui”. “Mas agora me sinto um rei”, disse em dezenas de reportagens sobre a sua imponente obra – Foto: Reprodução TV
4 7

Coradelli trabalhava até as 18 horas em sua clínica e depois ia para casa e trabalhava até as 23 horas na construção do castelo. No dia seguinte, as 5 horas, voltava a martelar. “Tem muito suor aqui”. “Mas agora me sinto um rei”, disse em dezenas de reportagens sobre a sua imponente obra – Foto: Reprodução TV

Quando começou, Leonardo Coradelli não tinha ideia definida de como ficaria o castelo. Foram mais de 20 anos de trabalho duro. Agora, o castelo de quatro andares se destaca na paisagem da zona Sul de Joinville – Foto: Reprodução TV
5 7

Quando começou, Leonardo Coradelli não tinha ideia definida de como ficaria o castelo. Foram mais de 20 anos de trabalho duro. Agora, o castelo de quatro andares se destaca na paisagem da zona Sul de Joinville – Foto: Reprodução TV

Nos quatro andares, são sete salas, seis quartos, cinco banheiros e três cozinhas. No térreo, fica a residência do proprietário. Além da piscina, Coradelli construiu um cômodo com cozinha, área de serviço, dois quartos, três salas e um banheiro. – Foto: Reprodução TV
6 7

Nos quatro andares, são sete salas, seis quartos, cinco banheiros e três cozinhas. No térreo, fica a residência do proprietário. Além da piscina, Coradelli construiu um cômodo com cozinha, área de serviço, dois quartos, três salas e um banheiro. – Foto: Reprodução TV

Hoje, família curte o ambiente. Quando o neto de Leonardo Coradelli comenta na escola que o avô tem um castelo, atrai muito a curiosidade. Os amigos querem conhecer por dentro. “Deve ter muito lugar para se esconder”, imaginam. O castelo fica na rua Petrópolis, bairro Petrópolis, zona Sul de Joinville. É uma atração turística, mas agora na Pandemia não está aberto à visitação. Foto: Reprodução TV
7 7

Hoje, família curte o ambiente. Quando o neto de Leonardo Coradelli comenta na escola que o avô tem um castelo, atrai muito a curiosidade. Os amigos querem conhecer por dentro. “Deve ter muito lugar para se esconder”, imaginam. O castelo fica na rua Petrópolis, bairro Petrópolis, zona Sul de Joinville. É uma atração turística, mas agora na Pandemia não está aberto à visitação. Foto: Reprodução TV

+

Arquitetura e Decoração