Sala de Campo, refúgio aconchegante: Os ambientes da CASACOR / Santa Catarina

Projeto cria um espaço para descanso e desligamento da correria do dia a dia, buscando conexão interior e com a família

Sala de Campo, por Camila Guerreiro Ramos e Mirella Lenoir Improta - Foto/Lio Simas
Sala de Campo, por Camila Guerreiro Ramos e Mirella Lenoir Improta – Foto/Lio Simas

Camila Guerreiro Ramos e Mirella Lenoir Improta, estreantes na CASACOR / Santa Catarina, apresentam a Sala de Campo, com 26m². A inspiração do projeto surgiu a partir da ideia de um refúgio, a criação de um espaço para descanso e desligamento da correria do dia a dia, buscando conexão interior e com a família. Por isso uma sala, que é um local de estar e pode ser tanto social quanto introspectivo.

É um projeto contemporâneo, claramente brasileiro e que valoriza produtos e pessoas daqui. Na tecnologia, elas trazem a cortina motorizada que funciona com controle remoto, automação em aplicativo no celular ou com o simples toque na cortina, ela já abre ou fecha.

“Nossa sala foi projetada dentro de dois contêineres, uma alternativa de reaproveitamento deste material que pode ser utilizado para residências, salas comerciais, lojas, showroom”, explicam. Os contêineres são utilizados como o corpo principal da construção, promovendo uma construção rápida e podendo ser recortados, agrupados e posicionados da forma mais conveniente ao projeto.

“No nosso projeto, buscamos mostrar na parte exterior, claramente, a estética do contêiner e na parte interior, mostramos como é possível esquecer a estrutura e obter aconchego e conforto”, dizem Camila e Mirella. Outra solução empregada foi o reaproveitamento de madeiras de carroceria de caminhão no deck, conferindo uma estética diferenciada e colorida, que conversa com a arte em grafite da fachada.

“Acreditamos que o conceito de morar bem é bastante individual, por isso o mais importante é sempre respeitar os sonhos e gostos do cliente. A partir de um briefing bem detalhado podemos compreender qual o conceito que o cliente tem sobre morar bem e, a partir disso, utilizar dos nossos conhecimentos técnico e estético para projetar”.

Arte inspira o ambiente

As profissionais reuniram vários artistas em seu ambiente, promovendo um grande encontro das suas artes. Há duas telas de Rodrigo Level, que, com Daniel, do ‘Ignore Por Favor’, fizeram a arte da fachada. O artista plástico Rodrigo Level desenvolve uma arte geométrica e colorida, já participou de diversas exposições, dentre elas a Blue Cave Urban Art Festival 2017 Dubai, e exposições na cidade de Chicago. O artista Daniel, conhecido pelo nome ‘Ignore Por Favor’, produz desenhos hiper-realistas, e já participou dentre outros, do evento Meeting of Styles Brasil.

Em materiais, foram utilizados principalmente madeira e tecido. O uso do amadeirado aquece o ambiente, promovendo mais aconchego juntamente com o tecido nas paredes, cortina, tapete, sofá, mantas e almofadas. A cor azul foi escolhida para uma das paredes, trazendo toda a sua leveza e tranquilidade ao ambiente.

“A nossa principal intenção foi mostrar um ambiente aconchegante que as pessoas possam ter em casa. O projeto desenvolvido é uma sala que contempla diferentes funções de estar, uma mesa para escrever ou apoiar a taça de vinho, um espaço de leitura e introspecção. O sofá com vista para o jardim promove a contemplação da natureza e o próprio jardim é outro ambiente de estar. Nosso ambiente contempla, tantos momentos sociais, quanto momentos mais íntimos”, relatam as profissionais.

+

Arquitetura e Decoração