Técnico de atletismo é suspeito de abusar sexualmente de adolescentes em SP

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O técnico de atletismo Luiz Antônio Lino, 70, é suspeito de abusar sexualmente de duas adolescentes de 13 e 15 anos. O caso foi mostrado neste domingo (7), no programa Esporte Espetacular, da TV Globo.

O técnico trabalhou nas categorias de base da seleção brasileira e é funcionário da Prefeitura de Osasco (Grande SP).

As meninas, que eram treinadas por Lino no Parque Ecológico de Osasco, registraram boletim de ocorrência. A polícia investiga o caso.

Ao programa da TV Globo uma das adolescentes relatou ter sido obrigada a fazer sexo oral com o treinador.

“Isso aconteceu duas vezes, que foi que ele me pegou, e eu não conseguia sair porque ele era bem mais forte do que eu e nisso ele me beijava, eu não beijava ele, aí ele foi lá, tirou tudo, empurrou a minha cabeça e eu não consegui sair, porque tava no carro também”, afirmou a adolescente de 15 anos.

“Estava fazendo o treinamento da escada. Quando eu terminei ele parou e mostrou. Olha aqui no meu celular. E abriu a tela do celular. Tinham várias fotos de mulher pelada, de menina pelada, vídeo. E falou que se eu contasse alguma coisa ia dar ‘bo’ para mim, ia acabar com a minha vida. Eu fiquei com medo”, disse a outra adolescente, de 13 anos.

A defesa de Lino afirma em nota que “as acusações são covardes e inverídicas” e que adota uma investigação paralela.

“O senhor Luiz reafirma veementemente que nunca manteve nenhum tipo de relacionamento com qualquer atleta, negando todas as pífias e fraudulentas acusações”, diz a defesa.

Segundo a reportagem, a Prefeitura de Osasco afastou o treinador das atividades, e a Confederação Brasileira de Atletismo suspendeu preventivamente o técnico.

 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Atletismo

Loading...