Treinadores de atletismo participam de estágio internacional

Dwight Phillips, Ralph Mouchbahani, Peter Thompson e Gary Aldrich estão no Rio de Janeiro para ministrarem as aulas aos brasileiros

Treinadores de atletismo brasileiros passam por semana de estudos com grandes referências mundiais Divulgação
Treinadores de atletismo brasileiros passam por semana de estudos com grandes referências mundiais Divulgação

Quatro grandes nomes do atletismo mundial estão na UNIFA, no Rio de Janeiro, até a próxima sexta-feira para ministrarem aulas à 100 alunos-treinadores brasileiros da modalidade. Dwight Phillips (saltos horizontais), Ralph Mouchbahani (provas de velocidade), Peter Thompson (meio fundo e fundo) e Gary Aldrich (lançamentos e arremesso) foram convidados pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), através da sua área de educação, o Instituto Olímpico Brasileiro (IOB), para passar experiência para a terceira turma do Curso de Esporte de Alto Rendimento da Academia Brasileira de Treinadores (ABT).

Dwight Phillips, que já esteve na UNIF no ano passado, quando trabalho com a saltadora Keila Costa, ressalta a importância da iniciativa, que ajudará a ‘transcender o esporte no Brasil’

– Acho que essa experiência vai ajudar a transcender o esporte no Brasil para outro nível porque nós estamos vindo com uma perspectiva diferente sobre como preparar os atletas em suas áreas específicas. É um prazer para mim estar aqui e poder compartilhar o que sei. Temos treinadores experientes na turma e eles são muito receptivos para aprender novas informações. E é assim que todos os treinadores devem ser. Devem estar dispostos a aprender, a poder ajudar a desafiar o limite humano. É muito bonito ver isso aqui. Todos estão ansiosos para implementar novas estratégias de treinamento com seus atletas – disse Dwight, campeão olímpico em Atenas-2004 no salto em distância e tetracampeão mundial da prova (2003, 2005, 2009 e 2011).

Durante o Estágio Internacional, os alunos-treinadores participam de atividades práticas e teóricas, variando de acordo com a especialidade de cada treinador. A ideia é que, após esta semana, os estudantes passem para seus atletas os conhecimentos adquiridos.

Ex-treinador do time masculino de arremesso dos Estados Unidos no Pan de Toronto2015 e no Mundial de Londres-2017, Gary Aldrich elogiou a hospitalidade dos brasileiros em sua estreia como professor fora do território americano.

– Essa é a minha primeira vez com uma turma internacional, então estava inseguro com o que ia acontecer. Mas o que descobri muito rápido é que os treinadores brasileiros são muito receptivos para o que estou oferecendo e genuínos em me receber no Brasil. Isso me fez sentir mais relaxado e ajudou nas minhas apresentações. Tenho muita apreço pelos treinadores brasileiros – elogiou Gary.

Alex Sandro de Jesus Lopes, especialista nas provas de fundo e meio fundo , alem de treinador da Orcampi (Campinas-SP), elogiou as aulas do professor Peter Thompson.

– Ele nos apresentou um novo método de treinamento que desenvolveu e que a maioria dos treinadores do Brasil não utiliza. Com esse novo método, acredito que o atletismo brasileiro vai dar um salto de qualidade muito grande. Só tenho a agradecer a ABT, através do IOB, por essa oportunidade. Será de grande valia para todos os participantes e até para outros treinadores – afirmou Alex. Peter é ex-técnico de Daley Thompson, campeão olímpico em Moscou-1980 e Los Angeles-1984 no decatlo e criador do método New Interval Training.

Além de Dwight, Gary e Peter, o Estágio Internacional também conta com Ralph Mouchbahani, treinador da equipe suíça feminina 4x100m e ex-treinador de atletas como o suíço André Bucher, campeão mundial dos 800m em 2001.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Atletismo

Loading...