Catarinense conquista pódio na Porsche Cup Brasil em Interlagos

André Gaidzinski conquistou o quinto lugar na primeira prova Sprint da Porsch Cup Brasil, na categoria GT3 3.8 Sport

O piloto catarinense André Gaidzinski subiu ao pódio ao conquistar o quinto lugar na primeira prova Sprint da Porsche Cup Brasil, na categoria GT3 3.8 Sport.

Com rodada tripla, a terceira etapa do campeonato de curta duração aconteceu no últim fim de semana, sexta-feira (2) e sábado (3), no Autódromo Carlos Pace, de Interlagos, em São Paulo (SP).

Catarinense conquista pódio na Porsche Cup Brasil em Interlagos – Foto: Divulgação/Luca Bassani/NDCatarinense conquista pódio na Porsche Cup Brasil em Interlagos – Foto: Divulgação/Luca Bassani/ND

“No treino livre, na sexta-feira pela manhã, consegui virar 1:40:272, um tempo excelente, e fiquei confiante. Tive um problema no motor do carro e, a partir de então, tive que usar o carro reserva”, comenta Gaidzinski.

“No sábado, larguei em sétimo na segunda corrida da rodada e fui buscar duas posições. Na última curva, na subida para a reta de Interlagos, em uma disputa de posições perdi uma posição para o Georgios Frangulis e terminei em sexto lugar”, explicou o piloto.

André Gaidzinski conquistou o quinto lugar na primeira prova Sprint da Porsch Cup Brasil, na categoria GT3 3.8 Sport – Foto: Divulgação/Luca Bassani/NDAndré Gaidzinski conquistou o quinto lugar na primeira prova Sprint da Porsch Cup Brasil, na categoria GT3 3.8 Sport – Foto: Divulgação/Luca Bassani/ND

Já na terceira corrida, André Gaidzinski teve um problema na roda esquerda do seu carro faltando apenas três minutos para o fim. Como resultado, o catarinense precisou abandonar a corrida.

As próximas etapas serão todas com rodada tripla, para compensar a pausa do campeonato, imposta pela pandemia da Covid-19. Nos dias 16 e 17 de outubro acontecerá a quarta etapa da Porsche Cup Brasil, no Autódromo Ayrton Senna, em Goiânia.

“Estou conseguindo melhorar o desempenho a cada etapa. Apesar de ter ficado chateado com a situação do carro, acho que meu desempenho foi muito bom e o pódio é sempre motivador. Pontuei nas três corridas e agora é focar na próxima etapa”, avalia Gaidzinski, que é patrocinado na Sprint pela Teltec Solutions, Orbenk e WTC.

Para participar das provas os pilotos obrigatoriamente têm que apresentar os testes PCRs da Covid-19 negativos e seguir uma série de protocolos sanitários e de distanciamento social.

As corridas acontecem com portões fechados e utilizaram um sistema de credenciamento inovador com escaneamento facial e mensuração da temperatura corporal por meio de câmeras.

+

Automobilismo