NBA no ND: Confira os confrontos do primeiro round dos playoffs da temporada

Com a última vaga para a pós-temporada decidida, o primeiro round dos playoffs começa nesta segunda-feira (17) com quatro confrontos

Os playoffs da NBA de 2020 começam nesta segunda-feira (17) com a primeira partida da série entre Denver Nuggets e Utah Jazz. Para quem duvidava do nível de competitividade por conta da ausência de torcedores, o play-in, a “colher de chá”, para definir quem ficaria com a oitava vaga da Conferência Oeste demonstrou um pouco do clima da sequência de jogos que vem pela frente ao ser decidido nos últimos segundos.

Toronto Raptors vem forte na busca pelo bicampeonato da NBA – Foto: Divulgação/NBA/NDToronto Raptors vem forte na busca pelo bicampeonato da NBA – Foto: Divulgação/NBA/ND

A fase regular terminou somente no último sábado (15), quando Memphis Grizzlies e Portland Trail Blazers disputaram o play-in. Em resumo, a novidade criada especialmente para a competição na bolha colocava o 8° e o 9° colocado para disputar dois jogos, caso a diferença entre eles fosse menor do que quatro vitórias. Como o mais bem colocado era o Blazers, que venceu a primeira partida, não foi necessário disputar o segundo jogo.

Agora, a franquia comandada pelo MVP da bolha, Damian Lillard, vai enfrentar o primeiro colocado da Conferência Oeste, o Los Angeles Lakers, que conta com LeBron James e Anthony Davis.

Na Conferência Leste, os confrontos foram decididos ainda durante a semana. Do lado Leste do mapa, o atual MVP, Giannis Antetokounmpo, e o atual campeão da NBA, Toronto Raptors, são os favoritos para fazer a final da conferência, mas o equilíbrio entre as demais franquias pode fazer a realidade ser diferente.

O ND Esportes traz um resumo dos confrontos que começam nesta segunda-feira e dá também o famoso “pitaco” sobre quem leva cada uma das séries. Lembrando que os playoffs da NBA são decididos em séries de 7 jogos.

Conferência Oeste

Confrontos

Lakers x Blazers   

Não é por nada que o Los Angeles Lakers terminou como líder da disputada Conferência Oeste. Além de contar com um dos melhores jogadores da atualidade e cotadíssimo para levar o prêmio de MVP da temporada – LeBron James – a equipe angelina possui a quarta melhor defesa da NBA, cedendo uma média de 107,6 pontos por jogo.

Além do problema da ausência de poder vindo do banco, LeBron vai precisar aumentar o seu rendimento, já que não vem fazendo apresentações incríveis na bolha. Porém, não há como duvidar de um dos melhores jogadores da história da NBA.

Toronto Raptors espera surpreender o primeiro colocado da Conferência Oeste – Foto: Divulgação/NBA/NDToronto Raptors espera surpreender o primeiro colocado da Conferência Oeste – Foto: Divulgação/NBA/ND

Por outro lado, não é a mesma coisa que está acontecendo com Damian Lillard, que manteve o seu alto desempenho, o que resultou no prêmio de MVP da bolha. Além disso, o Blazers mantém o sexto melhor ataque da Liga, com média de 115 pontos por jogo, sendo Lillard e Carmelo Anthony os principais responsáveis pela boa campanha na parte ofensiva.

Porém, a franquia de Portland precisa melhorar o seu poder defensivo, principalmente nas bolas de três pontos. Em resumo, a franquia conta com a quinta pior defesa da liga, cedendo em média 116,1 pontos por jogo.

Palpite

Drika Evarini: Lakers 4 x 2 Blazers

Marcos Jordão: Lakers 4 X 1 Blazers

Tabela

  • Jogo 1: Terça-feira (18/08), às 22h
  • Jogo 2: Quinta-feira (20/08), às 22h
  • Jogo 3: Sábado (22/08), às 21h30
  • Jogo 4: Segunda-feira (24/08), às 22h
  • Jogo 5*: Quarta-feira (26/08), a definir
  • Jogo 6*: Sexta-feira (28/08), a definir
  • Jogo 7*: Domingo (30/08), a definir

LA Clippers X Dallas Mavericks

O Los Angeles Clippers está fazendo valer toda a expectativa depositada com o planejamento dos últimos anos e com o reforço de Kawhi Leonard e Paul George, principalmente após o All Star Game.

Los Angeles Clippers conta com a experiência de Kawhi Leonard para conquistar o título e fazer valer o favoritismo  – Foto: Divulgação/NBA/NDLos Angeles Clippers conta com a experiência de Kawhi Leonard para conquistar o título e fazer valer o favoritismo  – Foto: Divulgação/NBA/ND

Além de uma defesa muito sólida, a franquia comandada por Doc Rivers conta com boas opções no banco, por exemplo, Lou Williams e Montrezl Harrell, cotados para o prêmio de sexto jogador, o “bancário de luxo”. Agora, é torcer para o elenco seguir saudável, já que Paul George precisou ficar de fora das 11 primeiras partidas devido à uma lesão, e que a química continue fluindo em quadra.

Com o terceiro melhor ataque da liga, média de 117 pontos por jogo, o Mavs encontra na dupla Doncic e Porzings a esperança de retornar aos anos mágicos. No entanto, a franquia demonstra falta de experiência para manter a vantagem no placar ao seu favor nos minutos finais. Isso pode ser fatal quando seu adversário tem o “frio” Kawhi Leonard que tem a capacidade de decidir uma partida no estouro do cronômetro.

Palpite

Drika Evarini: LA Clippers 4 x 1 Dallas Mavericks

Marcos Jordão: LA Clippers 4 X 0 Dallas Mavericks

Tabela

  • Jogo 1: Segunda-feira (17/08), às 22h
  • Jogo 2: Quarta-feira (19/08), às 22h
  • Jogo 3: Sexta-feira (21/08), às 22h
  • Jogo 4: Domingo (23/08), às 16h30
  • Jogo 5*: Terça-feira (25/08), a definir
  • Jogo 6*: Quinta-feira (27/08), a definir
  • Jogo 7*: Sábado (29/08), a definir

Denver Nuggets X Utah Jazz

Uma das grandes surpresas do Denver Nuggets na bolha é o jovem Michael Porter Jr. que chegou à média de 29,2 pontos e 12,5 rebotes em quatro partidas. Além disso, o pivô Jokic foi testado como um armador, abrindo para a passagem de seus companheiros na área do garrafão e se saiu bem na função.

Jokic adaptou-se muito bem na função de armador e pode ser uma novidade para furar a defesa do Utah Jazz – Foto: Divulgação/NBA/NDJokic adaptou-se muito bem na função de armador e pode ser uma novidade para furar a defesa do Utah Jazz – Foto: Divulgação/NBA/ND

Vale ressaltar que o sérvio possui média de 19,9 PPG (points per game) e 9,7 rebotes. O que pode dificultar é o grande número de lesões, já que Jamal Murray, Garry Harris e Will Barton precisaram ficar alguns jogos fora para recuperação.

Por outro lado, o Utah conta com a ausência do ala Bojan Bogdanovic, por conta de uma lesão, perdendo uma das melhores armas ofensivas para a série de jogos. Além disso, o fato de Jokic jogar cada vez mais longe da cesta, principalmente, na nova fase de armador, faz com que Rudy Gobert, um dos listados para o prêmio de melhor defensor da liga, precise se afastar do aro para marcar o cestinha adversário abrindo espaço próximo ao garrafão.

Palpite

Drika Evarini: Denver Nuggets 4 x 2 Utah Jazz

Marcos Jordão: Denver Nuggets 4 X 2 Utah Jazz

Tabela

  • Jogo 1: Segunda-feira (17/08), às 14h30
  • Jogo 2: Quarta-feira (19/08), às 17h
  • Jogo 3: Sexta-feira (21/08), às 17h
  • Jogo 4: Domingo (23/08), às 22h
  • Jogo 5*: Terça-feira (25/08), a definir
  • Jogo 6*: Quinta-feira (27/08), a definir
  • Jogo 7*: Sábado (29/08), a definir

Houston X OKC

O confronto entre Houston Rockets e OKC tem tudo para ser o mais equilibrado da primeira fase dos offs da Conferência Oeste. O primeiro fator é que o Houston não vai contar com a presença de Westbrook que está lesionado e irá desfalcar a equipe por cerca de quatro jogos.

Desfalque de Westbrook diminui o favoritismo do Houston Rockets – Foto: Divulgação/NBA/NDDesfalque de Westbrook diminui o favoritismo do Houston Rockets – Foto: Divulgação/NBA/ND

A transferência do armador foi uma nova esperança de finalmente levar o Houston para o título, junto com o cestinha James Harden, com média de 34,3 PPG e finalista do prêmio de MVP, formando o small-ball do Rockets.

Pelo lado do Oklahoma, antiga equipe da dupla de All Star, o elenco destacou-se pela organização em quadra no retorno dos jogos. Contando com a experiência de Chris Paul, o OKC também tem como armas um dos cotados para o prêmio de melhor sexto jogador, Dennis Schröder, com uma média de 18,9 pontos por jogo, sendo o segundo com melhor média da equipe, ficando atrás apenas de Shai Gilgeous-Alexander, com 19 PPG.

Palpite

Drika Evarini: Houston Rockets 4 x 2 OKC

Marcos Jordão: Houston Rockets 4 x 3 OKC

Tabela

  • Jogo 1: Terça-feira (18/08), às 19h30
  • Jogo 2: Quinta-feira (20/08), às 16h30
  • Jogo 3: Sábado (22/08), às 19h
  • Jogo 4: Segunda-feira (24/08), às 17h
  • Jogo 5*: Quarta-feira (26/08), a definir
  • Jogo 6*: Sexta-feira (28/08), a definir
  • Jogo 7*: Domingo (30/08), a definir

Conferência Leste

Confrontos

Bucks x Magic

De um lado, a equipe favorita ao título, de outro, os “donos da casa”. Comandado pelo atual MVP, candidato ao bi e candidato a DPOY, Giannis Antetokounmpo, o Milwaukee Bucks carrega todo o favoritismo da série. A franquia de Wisconsin fechou a fase regular com 118.7 PPG e, além disso, a defesa mais eficiente da liga. O suprassumo da regularidade. Com elenco completo, descansado, entrosado e com o “plus” do técnico Mike Budenholzer, que concorre ao prêmio de COY, o Bucks vem de um bom retrospecto contra o Magic: venceu os quatro jogos disputados nesta temporada.

Bucks conta com a força defensiva para conquista do título – Foto: Divulgação/NBA/NDBucks conta com a força defensiva para conquista do título – Foto: Divulgação/NBA/ND

A presença de “Greek Freak” já seria uma enorme dor de cabeça para o Magic. Antetokounmpo vem com médias assustadoras contra o time de Orlando. Na temporada, foram 26.3 PPG e 15.7 rebotes. Além de Giannis, o Bucks conta com um elenco consistente, talentoso e que está acostumado a jogar junto. Khris Middleton, Brook Lopez e Eric Bledsoe são peças fundamentais nesse equilíbrio. O Bucks quer apagar a frustração da temporada passada, quando viu o Toronto Raptors avançar e vencer a NBA.

Já do lado dos donos da casa, a situação é muito mais complicada. Embora jogue “em casa”, o Orlando Magic não fez boa campanha na bolha, com apenas três vitórias em oito jogos e viu, ainda, suas peças sendo afastadas uma a uma. Jonathan Isaac, principal defensor da equipe, com grave lesão no joelho e Mohamed Bamba com complicações por conta do coronavírus estão fora da temporada. Além disso, o astro Aaron Gordon também se lesionou e não se sabe em quais condições entrará em quadra. A esperança do Magic para “dar trabalho” ao poderoso Bucks é apostar que Gordon volte bem e se una a Markelle Fultz e Nikola Vucevic para surpreender.

Palpite

Drika Evarini: Bucks 4 x 0 Magic

Marcos Jordão: Bucks 4 x 2 Magic

Tabela

  • Jogo 1: Terça-feria (18/08), às 14h30
  • Jogo 2: Quinta-feira (20/08), às 19h
  • Jogo 3: Sábado (22/08), às 14h
  • Jogo 4: Segunda-feira (24/08), às 14h30
  • Jogo 5*: Quarta-feira (26/08), a definir
  • Jogo 6*: Sexta-feira (28/08), a definir
  • Jogo 7*: Domingo (30/08), a definir

Raptors x Nets

Apesar de ser o atual campeão, o Raptors chegou na temporada precisando provar que continuaria uma equipe forte mesmo sem Kawhi Leonard. Não só provou como fez a segunda melhor campanha no Leste e mostrou consistência em uma equipe equilibrada, com jogo envolvente, que roda muito bem a bola e com uma defesa sólida. Tão sólida que a franquia do Canadá tem a segunda melhor eficiência defensiva da temporada, com uma média de 105 pontos sofridos por 100 posses de bola. Com um elenco experiente, saudável e bem treinado por Nick Nurse, favorito para vencer o COY, o Raptors tem um jogo coletivo bonito e, mais do que isso, eficiente.

Nets apresenta muitos desfalques desde a retomada da temporada – Foto: Divulgação/NBA/NDNets apresenta muitos desfalques desde a retomada da temporada – Foto: Divulgação/NBA/ND

Kyle Lowry, que é “a cara” do time tem a seu lado nomes como Fred VanVleet, Normal Powell, OG Anunoby e Pascal Siakam para defender o título e, não seria uma grande surpresa se o Raptors, que até a temporada passada não havia sentido o gostinho do título, leve mais um Larry O’Brien para o Canadá.

Já o Brooklyn Nets chega aos playoffs com uma equipe muito desfalcada, mas que conseguiu surpreender na bolha. Os jovens atletas do Nets assumiram a responsabilidade e deram trabalho em jogos como o que credenciou o Blazers ao play-in.

Sem Kyrie Irving e Kevin Durant – que ficou fora de toda a temporada – o Nets teve ainda que lidar com outras ausências, como DeAndre Jordan, Taurean Prince e Spencer Dinwiddie, mas o elenco jovem que dá esperança ao torcedor do Nets de um futuro promissor, viu Caris LeVert se agigantar e liderar a franquia com médias de 25 PPG na bolha. Jarrett Allen tem sido outro jovem a mostrar que pode ser um bom protetor de garrafão e aproveitar os espaços na defesa adversária. Os torcedores do Nets realmente viram que podem ter boas esperanças nas próximas temporadas.

Palpite

Drika Evarini: Raptors 4 x 0 Nets

Marcos Jordão: Raptors 4 x 1 Nets

Tabela

  • Jogo 1: Segunda-feira (17/08), às 17h
  • Jogo 2: Quarta-feira (19/08), às 14h30
  • Jogo 3: Sexta-feira (21/08), às 14h30
  • Jogo 4: Domingo (23/08), às 19h30
  • Jogo 5*: Terça-feira (25/08), a definir
  • Jogo 6*: Quinta-feira (27/08), a definir
  • Jogo 7*: Sábado (29/08), a definir

Celtics x 76ers

O maior campeão da NBA aposta em um quinteto titular forte e um sexto homem de peso para levar a franquia ao 18º título. Com Jayson Tatum em temporada de All Star apesar de ter começado mal na bolha, o Boston Celtics conta, hoje, com três jogadores com médias superiores a 20 PPG: Tatum, Jaylen Brown e Kemba Walker.

Boston Celtics conta com o talento da dupla Jay Jay para conquistar o 18° título – Foto: Divulgação/NBA/NDBoston Celtics conta com o talento da dupla Jay Jay para conquistar o 18° título – Foto: Divulgação/NBA/ND

A chegada do armador, inclusive, mudou consideravelmente o jogo do Celtics, que aposta em coletividade e conta, ainda, com a dupla Jay Jay para desequilibrar. Além dos três, Gordon Hayward vem em ótima fase e Marcus Smart, considerado o “coração e a alma” da equipe dá consistência defensiva à equipe.

Para os playoffs, Kemba Walker, que teve uma contusão no joelho e estava atuando com restrição de minutos, está liberado da limitação de tempo. O que preocupa é a falta de profundidade do banco que tem muita juventude e pouca eficiência e a proteção do garrafão. Considerado um dos técnicos mais inteligentes e estrategistas da Liga, Brad Stevens terá que mostrar que pode fazer a rotação curta funcionar.

Já o Sixers tem um problema: a ausência de Ben Simmons. O astro de Philly precisou passar por uma cirurgia e não tem sequer previsão de retorno. Para muitos, esse desfalque pode, até mesmo, potencializar o jogo do 76ers que deverá concentrar as ações ofensivas em Joel Embiid. O pivô tem poucos oponentes no garrafão e pará-lo não é tarefa fácil. Além de ser dominante próximo ao aro, Embiid vai contar com uma defesa pouco sólida de Boston, justamente no garrafão, onde tem vantagem física e um ótimo movimento de pés.

Palpite

Drika Evarini: Celtics 4 x 2 76ers

Marcos Jordão: Celtics 4 x 3 76ers

Tabela

  • Jogo 1: Segunda-feira (17/08), às 19h30
  • Jogo 2: Quarta-feira (19/08), às 19h30
  • Jogo 3: Sexta-feira (21/08), às 19h30
  • Jogo 4: Domingo (23/08), às 14h
  • Jogo 5*: Terça-feira (25/08), a definir
  • Jogo 6*: Quinta-feira (27/08), a definir
  • Jogo 7*: Sábado (29/08), a definir

Heat x Pacers

O Heat chegou na bolha brigando pela seed 3 do Leste e tinha motivos para acreditar que isso seria possível. Com um elenco consistente liderado por Jimmy Butler, a franquia de Miami vê, ainda, os jovens talentos formarem uma equipe forte, perigosa e que briga para beliscar um lugar na final da conferência. Butler, além de líder dentro e fora de quadra dá fluidez e agressividade ao jogo do Heat. Somado a isso, ele vê e dá espaço para os jovens e talentosos jogadores do Heat. Bam Adebayo, que é um dos favoritos ao MIP e se tornou All Star vem fazendo ótima temporada e, o Heat tem, ainda, os jovens Kendrick Nunn, que apesar de não estar na melhor fase é um ótimo novato e Tyler Herro. Em contrapartida, conta também com a experiência de Jae Crowder e Andre Iguodala, equilibrando um bom elenco que pode surpreender.

Duelo entre as duas franquias promete ser um dos mais disputados nesta primeira série  – Foto: Divulgação/NBA/NDDuelo entre as duas franquias promete ser um dos mais disputados nesta primeira série  – Foto: Divulgação/NBA/ND

Já o Pacers vive um misto de emoções. Depois de ver Victor Oladipo, cotado para não participar do resto da temporada, voltar à equipe, o torcedor do Indiana amargou a lesão de Domantas Sabonis, que se recupera de uma fascite plantar e desfalca a franquia no primeiro round dos playoffs.

Em contrapartida, a grata surpresa da bolha foi a atuação de T.J. Warren que, nos cinco primeiros jogos, teve uma média de 35 PPG com mais de 60% de aproveitamento em FG. Além de Oladipo e Warren, a potência defensiva de Malcolm Brogdon deve ajudar o Pacers na missão.

Uma das perguntas que o torcedor faz é: como se sairá T.J. Warren contra Jimmy Butler? A rusga entre os dois já fez Warren ficar “apagado” no confronto entre as duas equipes na bolha.

Palpite

Drika Evarini: Heat 4 x 2 Pacers

Marcos Jordão: Heat 4 x 3 Pacers

Tabela

  • Jogo 1: Terça-feira (18/08), às 17h
  • Jogo 2: Quinta-feira (20/08), às 14h
  • Jogo 3: Sábado (22/08), às 16h30
  • Jogo 4: Segunda-feira (24/08), às 19h30
  • Jogo 5*: Quarta-feira (26/08), a definir
  • Jogo 6*: Sexta-feira (28/08), a definir
  • Jogo 7*: Domingo (30/08), a definir

*Jogos acontecem em caso de necessidade

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Basquete

Loading...