Rubén Magnano escala a sua seleção de astros internacionais

Dos cincos escolhidos pelo treinador, o único que ele não teve a chance de dirigir foi Pua Gasol

Divulgação

Marcelinho Huertas, Emanuel Ginóbili, Andrés Nocioni, Luis Scola e Pau Gasol.

Esta é a seleção de jogadores não-americanos que o técnico Rubén Magnano escalaria se pudesse montar um time sem restrição de nacionalidades. A brincadeira foi proposta pelo LANCE!Net duarnte entrevista exclusiva com o comandante da Seleção Brasileira masculina de basquete.

De todos os jogadores escolhidos, o único que Magnano não teve a oportunidade de dirigir foi Gasol, pivô do Los Angeles Lakers e da seleção espanhola.

Emanuel Ginóbili, Andrés Nocioni e Luis Scola fizeram parte da seleção argentina que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas de 2004. Magnano era o treinador daquele time.

Já Huertas esteve presente em todas as competições em que Magnano comandou a Seleção Brasileira, desde que assumiu o cargo de técnico, em janeiro de 2010.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Basquete

Loading...