33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.

Ineficiência em bloquear celulares após roubo estimula criminalidade

Ineficiência em bloquear celulares após roubo estimula criminalidade - Fundo foto criado por Waewkidja - br.freepik.com

Ineficiência em bloquear celulares após roubo estimula criminalidade - Fundo foto criado por Waewkidja - br.freepik.com

Furto ou roubo de celulares são comuns no Brasil e continuam sendo incentivados por causa da ineficiência em bloquear os aparelhos após o crime, mesmo quando a ação é solicitada pela vítima. Uma pesquisa do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) aponta que, apesar de o usuário solicitar o serviço nas operadoras ou na Polícia Civil, o telefone ainda pode ser utilizado.

Na prática, o bloqueio apenas protege os dados do proprietário do aparelho. Mas os telefones continuam em funcionamento e têm apenas a linha suspensa. Dessa forma, o celular ainda pode ser usado para acessar a internet e aplicativos, bastando estar conectado a uma rede Wi-Fi. E mais: há criminosos que conseguem burlar esse sistema, mudando o código de identificação do dispositivo, o popular IMEI.

O entendimento do setor é que se houvesse um bloqueio eficiente dos telefones, o número de roubos e furtos cairia.

Leia mais
Seguro para celular vale a pena? Especialistas e usuários opinam sobre o assunto
Infográfico: tudo o que você precisa saber sobre o código IMEI

Compra de celular de origem duvidosa alimenta os crimes

Outro fator que alimenta a criminalidade é a compra de celulares no mercado ilegal. Thiago Leite Porto, pesquisador da PROTESTE, alerta que o consumidor não deve adquirir aparelhos de origem duvidosa.

“Essa compra motiva o movimento e isso irá gerar cada vez mais roubos. Além disso, é importante que o consumidor, assim que adquirir um novo Android ou iOS, configure o serviço de rastreamento remoto do aparelho, para que consiga mostrar para os policiais onde o smartphone está, ao fazer o boletim de ocorrência”, afirma.

Como bloquear o celular após furto ou roubo

É recomendável que os usuários de smartphones deixem o IMEI anotado à parte, para conseguir, se for o caso, fazer a interdição da linha posteriormente e registrar ocorrência na Polícia Civil. Geralmente, o código fica exposto na caixa do produto ou pode ser consultado pelo próprio celular: basta telefonar para *#06# que o número aparece na tela.

Agentes da Polícia Civil solicitam o bloqueio do IMEI no momento em que a vítima registra ocorrência, mas a suspensão da linha só ocorrerá se a vítima informar o código.

Dados do Sinditelebrasil mostram que 48% das pessoas que tiveram o telefone roubado ou furtado registraram ocorrência; 55% pediram o bloqueio do chip e do aparelho; 21%, só do chip; e 6%, do celular.

O que fazer caso a operadora não bloqueie o aparelho devidamente

Caso o cliente peça à operadora para fazer o bloqueio do aparelho roubado e ele seja ineficaz, é possível buscar uma reparação. “A empresa que não cumprir com pedido de bloqueio de um telefone furtado ou roubado responderá objetivamente pelos danos causados ao consumidor”, afirma Renato Santa Rita, especialista em Defesa do Consumidor da PROTESTE.  Nesse caso, basta que o cliente comprove que solicitou o bloqueio, e demonstre o prejuízo ou potencial prejuízo de o celular não ter sido bloqueado.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Na galeria, confira a evolução do celular:

Relembre a evolução do celular: O Motorola DynaTAC 8000x, lançado em 1983, é apontado como o primeiro celular comercial da história. - Crédito: mikek via VisualHunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Relembre a evolução do celular: O Motorola DynaTAC 8000x, lançado em 1983, é apontado como o primeiro celular comercial da história. - Crédito: mikek via VisualHunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Em 1989, a Motorola apresentou o Microtac 9800x, que fez muito sucesso por ser mais compacto. - Crédito: MarkGregory007 via Visual hunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Em 1989, a Motorola apresentou o Microtac 9800x, que fez muito sucesso por ser mais compacto. - Crédito: MarkGregory007 via Visual hunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

O Startac, apresentado em 1996 pela Motorola, iniciou a era dos flips. - Crédito: portalgda via Visualhunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

O Startac, apresentado em 1996 pela Motorola, iniciou a era dos flips. - Crédito: portalgda via Visualhunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

O Nokia 6130 foi lançado em 1998, sendo uns dos primeiros a ter suporte a tecnologia GSM. - Crédito: Photo credit: fsse8info via Visualhunt / CC BY-SA/33Giga/ND

O Nokia 6130 foi lançado em 1998, sendo uns dos primeiros a ter suporte a tecnologia GSM. - Crédito: Photo credit: fsse8info via Visualhunt / CC BY-SA/33Giga/ND

Já o modelo 3310 da Nokia, lançado em 2000, se tornou um dos aparelhos mais populares da marca, eternizando o jogo Snake. - Crédito: Photo credit: simcho.m via Visual hunt / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

Já o modelo 3310 da Nokia, lançado em 2000, se tornou um dos aparelhos mais populares da marca, eternizando o jogo Snake. - Crédito: Photo credit: simcho.m via Visual hunt / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

Motorola V3 foi um sonho de consumo em seu lançamento, no já distante 2004. - Crédito: reticulating via Visual hunt / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

Motorola V3 foi um sonho de consumo em seu lançamento, no já distante 2004. - Crédito: reticulating via Visual hunt / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

Em 2006, a Sony Ericsson apostou nas músicas em MP3 ao lançar o W300i. - Crédito: lucacicca via VisualHunt.com / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Em 2006, a Sony Ericsson apostou nas músicas em MP3 ao lançar o W300i. - Crédito: lucacicca via VisualHunt.com / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

A Palm fez muito sucesso na década passada com seus smartphones. O One Treo 650 foi lançado em 2004. - Crédito: Joey Day via Visual hunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

A Palm fez muito sucesso na década passada com seus smartphones. O One Treo 650 foi lançado em 2004. - Crédito: Joey Day via Visual hunt / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Outra empresa que fez sucesso foi a Blackberry. O modelo Curve, de 2008, foi um dos mais poupulares. - Crédito: Honou via Visual Hunt / CC BY/33Giga/ND

Outra empresa que fez sucesso foi a Blackberry. O modelo Curve, de 2008, foi um dos mais poupulares. - Crédito: Honou via Visual Hunt / CC BY/33Giga/ND

O Nokia N95 teve uma legião de fãs com seu sistema operacional Symbian. O aparelho foi lançado em 2007. - Crédito: Steve 2.0 via Visual Hunt / CC BY-SA/33Giga/ND

O Nokia N95 teve uma legião de fãs com seu sistema operacional Symbian. O aparelho foi lançado em 2007. - Crédito: Steve 2.0 via Visual Hunt / CC BY-SA/33Giga/ND

Aparelho que mudou o conceito de smartphone, o primeiro iPhone foi anunciado pela Apple em 2007. - Crédito: xoxohaz via Visualhunt.com / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

Aparelho que mudou o conceito de smartphone, o primeiro iPhone foi anunciado pela Apple em 2007. - Crédito: xoxohaz via Visualhunt.com / CC BY-NC-SA/33Giga/ND

No mercado nacional o iPhone 3G foi o primeiro aparelho da maçã que chegou ao Brasil, em 2009. - Crédito: Jerome Paz via VisualHunt / CC BY-NC/33Giga/ND

No mercado nacional o iPhone 3G foi o primeiro aparelho da maçã que chegou ao Brasil, em 2009. - Crédito: Jerome Paz via VisualHunt / CC BY-NC/33Giga/ND

Já o HTC Dream, lançado em 2008, foi o primeiro aparelho a rodar uma versão do Android, a 1.6 Donut. - Crédito: Julien_e via Visual hunt / CC BY-SA/33Giga/ND

Já o HTC Dream, lançado em 2008, foi o primeiro aparelho a rodar uma versão do Android, a 1.6 Donut. - Crédito: Julien_e via Visual hunt / CC BY-SA/33Giga/ND

O primeiro aparelho que chegou ao Brasil e que rodava o Android foi o HTC Magic, de 2009. - Crédito: GIS@Sam via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

O primeiro aparelho que chegou ao Brasil e que rodava o Android foi o HTC Magic, de 2009. - Crédito: GIS@Sam via Visualhunt.com / CC BY-NC-ND/33Giga/ND

O Lumia 800, lançado em 2011, foi o primeiro da parceria entre Nokia e Microsoft. O aparelho vinha com o Windows Phone 7.8. - Crédito: Nokia RSA via VisualHunt.com / CC BY-NC/33Giga/ND

O Lumia 800, lançado em 2011, foi o primeiro da parceria entre Nokia e Microsoft. O aparelho vinha com o Windows Phone 7.8. - Crédito: Nokia RSA via VisualHunt.com / CC BY-NC/33Giga/ND

Mais Conteúdo