33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.

No Brasil, Orkut é banido do Tinder e xinga muito no Twitter

No Brasil, Orkut é banido do Tinder e xinga muito no Twitter - Reprodução/Twitter

No Brasil, Orkut é banido do Tinder e xinga muito no Twitter - Reprodução/Twitter

Orkut Büyükkökten, criador da rede social homônima, estava em Porto Alegre ontem (14) à noite e, ao usar o Tinder, acabou sendo bloqueado no app de paquera. A saída escolhida pelo engenheiro de software turco foi reclamar no Twitter.

Leia mais
Orkut, MySpace e outras redes sociais que fizeram sucesso e desapareceram
Picasa, Orkut, Nexus e mais: 40 serviços que o Google matou
Proibidos: confira quais aplicativos foram banidos pela Apple e pelo Android

Em inglês, Orkut enviou a seguinte mensagem: “Alguém tem o contato do Tinder? Estou em Porto Alegre, no Brasil. Alguns usuários pensaram que minha conta era fake e me denunciaram. O Tinder bloqueou minha conta. Eu estava no meio de conversas com pessoas, fazendo novas amizades. #Tinder #SouReal #PrecisoDeAjuda“.

O pedido de ajuda foi parar nos Trending Topics do Twitter e rapidamente virou meme entre os brasileiros. Abaixo, você confere o post original:

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Por falar em Orkut, relembre comunidades engraçadas da rede social:

No Brasil, Orkut é banido do Tinder e xinga muito no Twitter

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

 - Créditos: Reprodução/33Giga/ND

- Créditos: Reprodução/33Giga/ND

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo