33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.

Quarentena: 9 dicas para manter a segurança online das crianças

Quarentena: 9 dicas para manter a segurança online das crianças - Sharon McCutcheon on Unsplash

Quarentena: 9 dicas para manter a segurança online das crianças - Sharon McCutcheon on Unsplash

Com a quarentena, as pessoas têm ficado mais dentro de casa. Um estudo realizado pela We Are Social aponta que, após o início do distanciamento social, a porcentagem de tempo gasto online cresceu, principalmente entre crianças e adolescentes. A pesquisa mostra que os internautas aumentaram em 35% o período gasto jogando no computador e 57% assistindo a filmes e séries nos serviços de streaming.

Esse aumento da presença de jovens online preocupa os pais, já que, nem sempre, eles têm noção dos conteúdos que eles acessam e os riscos que podem estar expostos. Para promover mais segurança, o Sistema Positivo de Ensino, junto com a advogada especialista em direito digital e cibersegurança Patrícia Peck, preparam algumas dicas.

Leia mais:
Spotify Kids: versão da plataforma para crianças chega ao Brasil
Crianças em casa? Conheça games que ensinam e divertem ao mesmo tempo

Não deixar senhas automáticas

Uma das medidas essenciais para manter-se seguro na internet é sempre deslogar das páginas utilizadas. Isso serve tanto para as redes sociais, quanto para os sites de ambiente corporativo. Assim, você não fica vulnerável, caso alguém pegue seu computador emprestado.

Agir como se estivesse no ambiente presencial

No momento atual, muitas crianças começaram a participar do ensino a distância. Entretanto, por estarem em casa, elas acabam se distraindo mais facilmente, com aparelhos eletrônicos e outros equipamentos. “Se o estudante não utilizava o celular ou o videogame dentro de sala de aula, por exemplo, no ambiente virtual deve ser a mesma coisa”, destaca Patrícia.

Utilização de ferramentas de controle parental

A especialista também orienta que os pais façam a verificação dos sites que estão sendo acessados pelos filhos. É importante saber o que os jovens estão fazendo, já que os adultos são os responsáveis legais pelas crianças.

Manter a educação e a calma

Outra dica da advogada é não se envolver em brigas desnecessárias online. Isso passa uma imagem ruim para o seu filho, que pode acabar discutindo de forma agressiva com outras pessoas. Dessa forma, ele pode machucar os outros e a si mesmo.

Cuidado com a fofoca digital

O mesmo cuidado que se deve tomar com as fake news entre seus colegas, você deve tomar com as crianças. Não é interessante compartilhar informações sobre terceiros de forma impulsiva, principalmente sobre menores.

Observe a idade mínima dos recursos

Isso complementa a dica de observar o que seus filhos estão consumindo. Nesse caso, você deve verificar a idade indicativa dos conteúdos, como jogos e filmes. Também é interessante observar os canais do YouTube que o jovem está assistindo, para saber se a programação dele é adequada para a idade.

Coloque senha de controle de idade nos aplicativos on demand

Além de observar os conteúdos que seu filho consome, é interessante barrar produções que não condizem com a idade dele. Algumas contas de TV por assinatura e os serviços de streaming permitem aos pais restringirem o que as crianças irão assistir. Promovendo mais seguranças, já que impede que os jovens acessem materiais impróprios.

Cometer cyberbullying é crime

Além das discussões agressivas e desnecessárias, é preciso conversar com seus filhos a respeito de brincadeiras de mau gosto na internet. Fazer comentários maldosos sobre a aparência ou jeito de uma pessoa, além de utilizar sua imagem de forma indevida, podem ser atos condenados judicialmente.

Não mentir sobre seus dados online

Os pais também devem estar atentos às redes sociais e contas que seus filhos criam em sites. Muitas vezes, para poderem participar de alguma comunidade, os jovens precisam mentir sobre sua idade e suas informações pessoais, o que é considerado como falsidade ideológica. “Não é porque seu filho está atrás de um computador que não precisa dizer a verdade sobre si mesmo”, finaliza Patrícia.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

Depois de manter as crianças seguras online, conheça lindos filmes infantis para ver durante a quarentena. Na galeria, estão as 100 maiores animações de todos os tempos:

Melhores filmes de animação, de acordo com o IMDb. 1. A Viagem de Chihiro (2001) – Nota 8,6 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

Melhores filmes de animação, de acordo com o IMDb. 1. A Viagem de Chihiro (2001) – Nota 8,6 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

2. O Rei Leão (1994) – Nota 8,5 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

2. O Rei Leão (1994) – Nota 8,5 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

3. Túmulo dos Vagalumes (1988) – Nota 8,5 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

3. Túmulo dos Vagalumes (1988) – Nota 8,5 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

4. Kimi no Na wa. (2016) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

4. Kimi no Na wa. (2016) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

5. Homem-Aranha: No Aranhaverso (2018) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

5. Homem-Aranha: No Aranhaverso (2018) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

6. Viva: A Vida é uma Festa (2017) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

6. Viva: A Vida é uma Festa (2017) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

7. WALL-E (2008) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

7. WALL-E (2008) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

8. Princesa Mononoke (1997) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

8. Princesa Mononoke (1997) – Nota 8,4 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

9. Klaus (2019) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

9. Klaus (2019) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

9. Toy Story 3 (2010) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

9. Toy Story 3 (2010) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

10. Toy Story (1995) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

10. Toy Story (1995) – Nota 8,3 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

11. A Voz do Silêncio (2016) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

11. A Voz do Silêncio (2016) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

12. Divertida Mente (2015) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

12. Divertida Mente (2015) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

13. Up: Altas Aventuras (2009) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

13. Up: Altas Aventuras (2009) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

14. O Castelo Animado (2004) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

14. O Castelo Animado (2004) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

15. Neon Genesis Evangelion: O Fim do Evangelho (1997) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

15. Neon Genesis Evangelion: O Fim do Evangelho (1997) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

16. Meu Amigo Totoro (1988) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

16. Meu Amigo Totoro (1988) – Nota 8,2 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

17. Crianças Lobo (2012) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

17. Crianças Lobo (2012) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

19. A Canção do Oceano (2014) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

19. A Canção do Oceano (2014) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

20. Mary e Max: Uma Amizade Diferente (2009) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

20. Mary e Max: Uma Amizade Diferente (2009) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

21. Como Treinar o Seu Dragão (2010) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

21. Como Treinar o Seu Dragão (2010) – Nota 8,1 - Crédito: Divulgação/33Giga/ND

Mais Conteúdo