33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.

Segurança expressa: dicas simples e rápidas para aumentar sua proteção no mundo digital

Segurança expressa: dicas simples e rápidas para aumentar sua proteção no mundo digital - Photo on Visual Hunt

Segurança expressa: dicas simples e rápidas para aumentar sua proteção no mundo digital - Photo on Visual Hunt

Uma das preocupações mais comuns dos leitores do 33Giga é a respeito da segurança digital. Independentemente do meio, mas principalmente quando o assunto é PCs ou smartphones, boa parte dos internautas gostaria de se proteger mais. Nesse contexto, normalmente, a primeira pergunta que vem à cabeça é “qual é o melhor antivírus?”.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e ainda baixar gratuitamente nosso e-book Manual de Segurança na Internet? Clique aqui e assine a newsletter do 33Giga

A bem da verdade é que o antivírus chega a ser só uma das formas de se proteger – e, em muitos casos, podem mais atrapalhar do que ajudar. Com isso em mente, o 33Giga lista, a seguir, diversas formas de aumentar sua proteção no mundo digital e que podem ser realizadas em poucos minutos.

Leia mais
Como o Spotify monta a playlist “Descobertas da Semana”?
Setify: conheça o site que transforma setlists de shows em playlists do Spotify
Conheça 10 atalhos do Spotify para ouvir músicas no computador

Gerenciador de senhas
Para aumentar sua segurança é primordial melhorar suas senhas. Use sempre caracteres especiais, maiúsculas e minúsculas. Evite palavras que possam ser encontradas no dicionário (mesmo que formem uma frase) e termos familiares (sua data de nascimento, o nome do seu cachorro). Nunca repita um mesmo password para diferentes serviços.

Para facilitar o modo como você lida com essa infinidade de informações, uma saída prática é adotar um gerenciador de senhas, que guarda todas elas para você e ainda gera passwords seguros. Um dos mais populares é o LastPass, que tem versões gratuita e paga e opções para mobile e desktop.

Antivírus
As pessoas costumam pensar que manter um antivírus no computador basta para estar em segurança. Não é verdade. Tão importante quanto ter um software de proteção é mantê-lo atualizado.

As diversas opções do mercado permitem configurá-lo para que receba os updates de forma automática. Isso faz com que o usuário não tenha que verificar manualmente se há uma nova versão. Entre os antivírus gratuitos mais populares, e indicados pelo 33Giga, estão o AVG e o Avast.

Há versões para smartphone de software de proteção. Os recomendados são os mesmo que pertemcem a grandes empresas de programas de PC.

Desconecte suas contas de redes sociais
Por uma questão de praticidade, diversos programas e aplicativos permitem que usuários se cadastrem ou tenha acesso ao serviços por meio de contas em outras plataformas.

Por exemplo, é possível acessar o Spotify com sua conta do Facebook. Ou usar o Uber por meio de seu perfil no Google. Por questões de segurança, deve-se evitar isso. Mantenha separados os logins e senhas (mesmo que em um primeiro momento isso pareca prático). Desta forma, se um de seus perfis for invadido, você não prtecisa se preocupar com todo os outros que ele está atrelado.

Cuidado com Engenharia Social
Engenharia social é quando as ameaças exploram o lado humano (ou seja, você) para conseguir dados sogilosos dos usuários. É a versão digital do bom e velho “conto do vigário”.

Se você recebe uma mensagem no WhatsApp dizendo que deve clicar em determinado link para ganhar um smartphone novo ou acabar com a fome na África, muito provavelmente trata-se de engenharia social. O usuário acessa o endereço e, possivelmente, abre uma porta para malfeitores roubarem senhas e demais dados.

Repare que, no caso, não houve invasão pura e simples – mas o usuário abriu a porta para os malfeitores. A dica aqui é sempre, sempre, sempre desconfiar de tudo – principalmente se algo parece fácil demais. Itens como dinheiro, carros, viagens, romance com o Cauã Reymond tendem a não chegar por meio de links de desconhecidos.

Macetes aleatórios
Se você tomar as precauções acima, há grandes chances de passar ao largo de boa parte dos problemas de segurança digital. Entretanto, existem dicas extra que podem ajudar ainda mais.

– Se quiser usar um navegador anônimo (que vá além daquela aba de privacidade dos mais populares browsers), uma boa pedida é o TOR.

– Aliás, no link a seguir você vê outras formas de navegar anonimamente na web: aqui.

– O Telegram tem sido muito falado atualmente por conta do caso #VazaJato. Mesmo que várias mensagens tenha sido vazadas, trata-se ainda de um programa de bate-papo com funções avançadas de proteção (basta, claro, ao usuário habilitá-las). Aqui ,você vê mais sobre ele.

– Links encurtados podem esconder endereços maliciosos. Antes de clicar sobre eles, cheque a verdadeira URL. Para isso, pode-se usar o site http://checkshorturl.com.

– Se quiser aumentar a segurança do sue WhatsApp, habilite a verificação em duas etapas. Aqui, você aprende a fazer isso.

– Em seu aparelho Android, você pode verificar as permissões de app de terceiros. Quem poder ver o que ou acessar detemrinado conteúdo (câmera, fotos). Para regular isso, é simples. Neste link, você encontra tudo explicadinho.

Mais Conteúdo