33 Giga

Blog de tecnologia com serviços e notícias quentes da área. Dicas, tutoriais, testes e muito mais, de forma simples e descomplicada.

Telescópio registra a imagem mais detalhada da superfície do sol

Telescópio registra a imagem mais detalhada da superfície do sol - Reprodução

Telescópio registra a imagem mais detalhada da superfície do sol - Reprodução

O Telescópio Solar Daniel K. Inouye (DKIST), localizado na ilha de Maui, no Havaí, registrou a superfície solar com a maior resolução da história. O projeto é financiado pela National Science Foundation e gerenciado pelo National Solar Observatory.

Leia mais: 
NASA: 65 imagens incríveis das estrelas e do espaço
De Chuck Berry a tambores africanos: as músicas que a NASA enviou para se comunicar com extraterrestres

As primeiras fotos foram capturadas em dezembro de 2019. Apesar de parecerem pequenas nas imagens, cada “célula” tem tamanho equivalente ao estado do Texas (EUA), que tem área de 695 mil km². Os clique também mostram o plasma superaquecido e seu esfriamento (partes mais escuras) e retorno ao interior do Sol.

O National Solar Observatory já publicou uma série de outros cliques relacionados ao Sol. Descubra mais sobre esse astro na galeria abaixo:

"Medusa" - Alastair Woodward/33Giga/ND

As células de granulação da superfície solar do telescópio solar Dunn, da NSF - NSF/33Giga/ND

As células de granulação da superfície solar do telescópio solar Dunn, da NSF - NSF/33Giga/ND

Linhas de campo de um modelo magnético coronal solar com base em medições do Programa Sinóptico Integrado do Observatório Nacional do Solar (NSO / NISP) em uma rotação solar, ou 27.2753 dias terrestres, antes do eclipse solar total de 21 de agosto de 2017 - NSO/33Giga/ND

Linhas de campo de um modelo magnético coronal solar com base em medições do Programa Sinóptico Integrado do Observatório Nacional do Solar (NSO / NISP) em uma rotação solar, ou 27.2753 dias terrestres, antes do eclipse solar total de 21 de agosto de 2017 - NSO/33Giga/ND

Imagem híbrida de uma ejeção de massa coronal e a cromosfera solar de imagens de satélite da NASA - NASA /33Giga/ND

Imagem híbrida de uma ejeção de massa coronal e a cromosfera solar de imagens de satélite da NASA - NASA /33Giga/ND

Grandes laços coronais situados acima da superfície solar, todos fotografados com extrema emissão ultravioleta - NASA/33Giga/ND

Grandes laços coronais situados acima da superfície solar, todos fotografados com extrema emissão ultravioleta - NASA/33Giga/ND

A cromosfera do Sol em H-alfa tirada com o Telescópio Solar Dunn, da NSF - NSF/33Giga/ND

A cromosfera do Sol em H-alfa tirada com o Telescópio Solar Dunn, da NSF - NSF/33Giga/ND

A cromosfera solar, fotografada aqui, enfatiza o implacável comportamento dinâmico do nosso Sol. Esta imagem é destacada por grandes filamentos escuros que varrem o sol. Esta imagem é um mosaico de imagens menores tiradas no Dunn Solar Telescope, da NSF, em Sunspot New Mexico - NSF/33Giga/ND

A cromosfera solar, fotografada aqui, enfatiza o implacável comportamento dinâmico do nosso Sol. Esta imagem é destacada por grandes filamentos escuros que varrem o sol. Esta imagem é um mosaico de imagens menores tiradas no Dunn Solar Telescope, da NSF, em Sunspot New Mexico - NSF/33Giga/ND

Quando um filamento é visto fora da borda do sol, como mostrado aqui, é chamado de destaque. A razão para o nome diferente é histórica; originalmente, eram vistas proeminências durante o eclipse total do sol, muito antes das técnicas modernas permitirem que os filamentos fossem observados no disco solar. Esse destaque em particular é do tipo hedgerow, chamado assim por causa de sua forma. - NSO/33Giga/ND

Quando um filamento é visto fora da borda do sol, como mostrado aqui, é chamado de destaque. A razão para o nome diferente é histórica; originalmente, eram vistas proeminências durante o eclipse total do sol, muito antes das técnicas modernas permitirem que os filamentos fossem observados no disco solar. Esse destaque em particular é do tipo hedgerow, chamado assim por causa de sua forma. - NSO/33Giga/ND

O Solar Dynamics Observatory da NASA capturou essa imagem ultravioleta extrema de uma enorme erupção solar em 9 de agosto de 2011 - Crédito: NASA / SDO/33Giga/ND

O Solar Dynamics Observatory da NASA capturou essa imagem ultravioleta extrema de uma enorme erupção solar em 9 de agosto de 2011 - Crédito: NASA / SDO/33Giga/ND

A fotosfera solar obtida com o telescópio GONG da NSF - NSO/33Giga/ND

A fotosfera solar obtida com o telescópio GONG da NSF - NSO/33Giga/ND

Ejeção de massa coronal capturada pelo instrumento LASCO, da NASA, a bordo do SOHO - NASA/NSO/33Giga/ND

Ejeção de massa coronal capturada pelo instrumento LASCO, da NASA, a bordo do SOHO - NASA/NSO/33Giga/ND

 - Foto: Divulgação/33Giga/ND

- Foto: Divulgação/33Giga/ND

Campo magnético do Sol em sua superfície e linhas de campo magnético de rastreamento de plasma quente na coroa - Miloslav Druckmuller, Shadia Habbal e Peter Aniol/33Giga/ND

Campo magnético do Sol em sua superfície e linhas de campo magnético de rastreamento de plasma quente na coroa - Miloslav Druckmuller, Shadia Habbal e Peter Aniol/33Giga/ND

Imagem de alta resolução da mancha solar capturada no sistema de óptica adaptativa do Dunn Solar Telescope da NSF - NSO/33Giga/ND

Imagem de alta resolução da mancha solar capturada no sistema de óptica adaptativa do Dunn Solar Telescope da NSF - NSO/33Giga/ND

Eclipse solar total - Zolt Levay/33Giga/ND

Eclipse solar total - Zolt Levay/33Giga/ND

A Corona Solar durante um eclipse solar total. - Crédito: S. Habbal, M. Druckmüller e P. Aniol/33Giga/ND

A Corona Solar durante um eclipse solar total. - Crédito: S. Habbal, M. Druckmüller e P. Aniol/33Giga/ND

A fotosfera solar, ou superfície, com células de granulação espalhadas pelo disco solar. A cromosfera solar, fotografada aqui, enfatiza o implacável comportamento dinâmico do nosso Sol. Esta imagem é destacada por grandes filamentos escuros que varrem o sol. Esta imagem é um mosaico de imagens menores tiradas no Dunn Solar Telescope, da NSF, em Sunspot New Mexico - NSF/NSO/33Giga/ND

A fotosfera solar, ou superfície, com células de granulação espalhadas pelo disco solar. A cromosfera solar, fotografada aqui, enfatiza o implacável comportamento dinâmico do nosso Sol. Esta imagem é destacada por grandes filamentos escuros que varrem o sol. Esta imagem é um mosaico de imagens menores tiradas no Dunn Solar Telescope, da NSF, em Sunspot New Mexico - NSF/NSO/33Giga/ND

A cromosfera solar, ou a camada da atmosfera do Sol logo acima da superfície - NSF/33Giga/ND

A cromosfera solar, ou a camada da atmosfera do Sol logo acima da superfície - NSF/33Giga/ND

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo