Altair Magagnin

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Após fechar cabides nas ADRs, governo de SC estreita relações com associações municipais

Após acabar com as Agências de Desenvolvimento Regional, sucessoras das Secretarias de Desenvolvimento Regional – ambas cabides de emprego para políticos derrotados nas urnas – o governador Carlos Moisés (PSL) pretende fortalecer as associações de municípios.

Carlos Moisés – Marco Santiago/ND

Nesta terça-feira (19), ao lado do secretário da Casa Civil, Douglas Borba, Moisés apresentará a representantes das 21 entidades municipais a proposta de criação dos Núcleos de Gestão de Convênios. Essas estruturas ficarão diretamente vinculadas à Central de Atendimento aos Municípios, constituída dentro da Casa Civil.

O papel dos núcleos será cuidar de todos os convênios existentes e os próximos a serem firmados junto aos municípios. Irão substituir uma das principais atribuições das regionais.

Ocorre que, ao encerrar as moribundas agências, o governador não só economiza dinheiro, como também prioriza atenção aos prefeitos, àqueles que mais precisam, que lidam com os problemas das cidades na prática.

Fora que as associações municipais possuem técnicos qualificados para atender as demandas, antes pulverizadas e enfraquecidas pela queda de braço entre agências regionais e associações de municípios. Economiza e otimiza.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo