Carlos Moisés pede a expulsão de Ana Campagnolo e Jessé Lopes do PSL

Atualizado

Depois das divergências que levaram à saída de Lucas Esmeraldino da presidência estadual do PSL, mais uma vez, o partido vive momentos de turbulência. Desta vez, o governador Carlos Moisés teria pedido a expulsão dos deputados estaduais Ana Campagnolo e Jessé Lopes dos quadros da sigla. O pedido teria sido aceito e os parlamentares terão suas condutas analisadas pelo Conselho de Ética da cúpula nacional do partido.

Jessé e Moisés – Reprodução/ND

Os dois deputados são os maiores expoentes da ala ideológica do PSL, ligados diretamente à pauta do presidente Jair Bolsonaro.

Carlos Moisés, que disse ao jornal “Folha de S.Paulo” que o “gesto da arminha” era uma “sandice”, procura, cada vez mais, se distanciar da onda Bolsonaro que garantiu a sua eleição.

O governador pediu a expulsão ao presidente estadual do PSL, Fábio Schiochet, que levou o assunto ao presidente nacional Luciano Bivar.

O deputado Jessé divulgou para a imprensa uma foto do seu gabinete com o retrato oficial de Moisés retirado da parede e colocado no chão. Ana fez postagens contra a decisão de Moisés aumentar os impostos sobre os defensivos agrícolas.

Schiochet confirmou a denúncia após “publicações contendo charges, comentários, vídeos e outras manifestações” de suposta autoria dos deputados Jessé Lopes e Ana Caroline Campagnolo”. Moisés não comentará o assunto. Jessé divulgou um vídeo.

Repercussão

Nas redes sociais, Jessé também disse que está alinhado com o presidente Jair Bolsonaro.

Dois jornalistas de direita saíram em apoio a Jessé e atacaram Moisés.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo