Com interferências na Receita Federal, novas operações como Alcatraz estão ameaçadas

Os auditores fiscais da Receita Federal estão convictos de que, se mantido o cerceamento às atividades da categoria e o consequente enfraquecimento do trabalho de fiscalização, operações como a Alcatraz, que teve origem no trabalho da Receita, não voltarão a ser realizadas. O desabafo é do auditor fiscal Conrado Luís Sanchez da Silva, um dos diretores do Sindifisco Nacional/Delegacia Sindical Florianópolis.

O sindicato está organizando um ato público amanhã, na Capital, a partir das 10h30, que deve reunir cerca de 100 auditores fiscais. Segundo ele, as notícias sobre a indicação de apadrinhados políticos sem critérios técnicos também caíram como uma bomba entre os auditores que não aceitam interferência política no trabalho técnico do órgão.

Dinheiro apreendido em Florianópolis nesta quinta-feira na Operação Alcatraz – PF/Divulgação/ND

Mais Conteúdo