Altair Magagnin

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Depois de dar explicações à polícia, Gean Loureiro dá explicações à sociedade

Depois de passar um dia inteiro dando explicações à Polícia Federal, o prefeito afastado de Florianópolis, Gean Loureiro (ex-MDB), passou um dia inteiro dando explicações à sociedade. Ainda impedido pela Justiça Federal de trabalhar, Gean destinou a agenda dessa quarta-feira (19) para conceder entrevistas a veículos de comunicação. Procurou fazer do limão uma limonada.

Vanessa Nora, Gean Loureiro e Altair Magagnin – Anderson Coelho/ND

Ao se dizer injustiçado, classificou a terça-feira como “o dia mais triste” da vida política. “Da minha vida”, acrescentou depois, logo cedo, em entrevista que pude conduzir ao lado da jornalista Vanessa Nora, do “SC no Ar”, da RICTV. Gean lembrou que “quase morreu duas vezes”, citando o acidente de 2013, e classificando a prisão como “morte moral”.

Resignado, disse que os “momentos difíceis” da vida o tornam “uma pessoa mais forte”. Espera sair do episódio: “com força, vigor” e de “cabeça erguida”.

É assim que pretende encarar os pouco menos 18 meses que restam de mandato e uma eventual candidatura à reeleição. Com “trabalho e transparência”, quer demonstrar que não tem envolvimento com os fatos narrados, de forma que possa retomar “com mais força política ainda”. “Não pense que o fato de ter dado um depoimento vai me abalar politicamente”, disse na TV.

Assista à íntegra da entrevista ao SC no Ar

Sobre eleição, lembrou que o pleito “é lá na frente”, mas que “a população vai poder avaliar o trabalho”. Ou seja, é a senha de que pensa, sim, em concorrer a mais quatro anos no Executivo.

No início da noite, antes de o prefeito ser liberado pela Polícia Federal, ponderei que o futuro político de Gean estava em xeque. Diante da reviravolta, é preciso dizer que ele volta ao jogo. É claro, mantendo a ressalva que já havia feito: é muito cedo para qualquer avaliação definitiva.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo