Dos 295 cidades de SC, 68 têm regime próprio previdenciário, por enquanto, fora da reforma

Aprofundando a questão da reforma da Previdência durante o evento da Fecam, Joares Ponticelli (PP) citou números sobre o prejuízo de tirar Estados e municípios do texto. Em Santa Catarina, das 295 prefeituras, 68 têm regime próprio previdenciário para seus servidores. Sem os efeitos da Nova Previdência, em 20 anos, o déficit somado nessas cidades será de R$ 17 bilhões. No Brasil, dos 5.570 municípios, 2.108 tem regime próprio. Em termos percentuais, são 665 dos servidores públicos municipais do país. “Não é possível, em uma reforma tão esperada, que seja cometido esse equívoco”, disse Ponticelli.

Ponticelli discursa – Mafaldapress/ND

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo