Morre ex-combatente homenageado por Jair Bolsonaro durante a passagem por SC

Atualizado

Um dos momentos mais significativos da cerimônia de abertura oficial do Congresso dos Gideões, em Camboriú, no dia 2, foi a homenagem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao ex-combatente Arvelino Bini. O presidente quebrou o protocolo, tirou a boina de Bini, prestou continência e agradeceu pelo esforço do catarinense na Segunda Guerra Mundial.

Arvelino Bini morreu neste sábado, aos 98 anos, em Balneário Camboriú. O corpo está sendo velado e será cremado neste domingo. Bini, que também era cirurgião dentista, tinha grande engajamento na sociedade local. Deixa a mulher, três filhos, sete netos e dois bisnetos.

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Bolsonaro presta homenagem a ex-combatente da 2ª Guerra Mundial - Flavio Tin/ND

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo