Altair Magagnin

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Pela primeira vez em SC, Sergio Moro conhecerá modelo que coloca presos para trabalhar

Está confirmada a vinda do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a Santa Catarina nesta sexta-feira (7). Pela primeira vez no Estado, em Chapecó, Moro conhecerá pessoalmente o programa que coloca os presos para trabalhar.

Sérgio Moro – Marcelo Camargo/Agência Brasil/ND

No mesmo ato, o governador Carlos Moisés (PSL) e o secretário de Justiça e Cidadania, Leandro Lima, lançam um chamamento público voltado a empresas interessadas em oferecer oficinas de trabalho para detentos no Complexo Penitenciário de Chapecó.

Hoje, 862 detentos trabalham em convênio com 23 empresas na penitenciária. Outros 581 estão matriculados em cursos que vão do ensino fundamental ao superior. Para participar do chamamento, a empresa precisa atender a alguns pré-requisitos, como ter responsabilidade social e ambiental e oferecer treinamento e capacitação para o detento. O produto fabricado dentro da unidade também precisa estar ligado com a vocação econômica da região, já que isso facilita a inserção do preso em vaga de emprego depois que ganha liberdade.

O anúncio na Penitenciária de Chapecó é o primeiro, mas o governo do Estado fará, na sequência, chamamentos em todas as unidades prisionais de Santa Catarina.

Durante a visita, também será assinado um convênio com a Prefeitura de Chapecó para a aquisição de até 10% do consumo do município da horta mantida pelos detentos da Penitenciária Agrícola de Chapecó. Os alimentos serão usados para abastecer a rede de assistência social e os programas de segurança alimentar e nutricional do município.

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo