Altair Magagnin

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Pelas novas regras de Jair Bolsonaro, apenas seis municípios de SC ficarão no Mais Médicos

Atualizado

Apenas seis municípios catarinenses se encaixam nos novos critérios estabelecidos para o programa Mais Médicos: Água Doce, Campo Erê, Lebon Régis, Major Vieira, Presidente Nereu e Vitor Meireles. Os detalhes estão em edital publicado na sexta-feira (10), no “Diário Oficial” da União.

Mudança no Mais Médicos pode fechar 436 vagas e impactar R$ 140 milhões por ano em SC

Por meio de nota, a Fecam (Federação Catarinense de Municípios) expressou que “não aceita os critérios estabelecidos no edital”. Alertou que a nova política “desconsidera a realidade da saúde catarinense e causará consequências desastrosas”. É “inaceitável, incompreensível e merece a pronta reação”.

Critério estabelecido pelo governo Bolsonaro inviabiliza Mais Médicos em SC, diz prefeito

Também na nota, a Fecam avalia que as novas normas não condizem com o discurso de “Menos Brasília e mais Brasil”, pregado durante a campanha pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo