Altair Magagnin

Informações e análises sobre a política catarinense, com prioridade para conteúdos exclusivos e inéditos. Notícias e opiniões contextualizadas com os bastidores do poder.

Projeto de Sergio Motta prevê multa para quem aplicar trote no Samu

Atualizado

Trotes ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) poderão ter consequências, caso seja aprovado pela Assembleia Legislativa um projeto de lei que prevê advertência e multa para os engraçadinhos. A iniciativa é do deputado estadual Sergio Motta (PRB). Em uma primeira ocorrência, os responsáveis pela linha telefônica podem receber uma advertência. Em caso de reincidência, seria aplicada uma multa de R$ 500. Caberá ao Samu informar os números para que as empresas telefônicas procedam a identificação. Só para se ter uma ideia, de janeiro a junho deste ano, o Samu já contabilizou 17 mil trotes. No ano passado foram 55 mil trotes.

Sergio Motta – Rodolfo Espínola/Agência AL/ND

“A saúde do nosso país já é precária, se a assistência médica não chegar no momento certo para salvar, fica mais difícil ainda. Não é admissível que um serviço tão importante para sociedade perca tempo com tais atos. Com esta proposição, queremos alertar o autor do trote do prejuízo que sua pegadinha gera a população em geral”, disse o deputado estadual Sergio Motta (PRB).

Mais conteúdo sobre

Mais conteúdo