Senado discutirá reestruturação que pode tirar de Santa Catarina a sede da Eletrosul

A reestruturação que pode tirar de Santa Catarina a sede da Eletrosul será discutida pelo Senado. Um requerimento para audiência, ainda sem data marcada, foi aprovado na Comissão de Infraestrutura.

Serão discutidas as questões econômica, jurídica, técnica, trabalhista e tributária que motivam a decisão da Eletrobras de levar a cúpula da estatal de energia para Candiota (RS), sede da CGTEE. Conforme o autor do requerimento para audiência, senador Dário Berger (MDB), “não faz sentido a fusão”.

Sede da Eletrosul, em Florianópolis – Daniel Queiroz/Arquivo/ND

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo