Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo

Queimando o filme do Brasil no mundo. Temos que reagir

Namorado da minha filha, Louis,  é um jovem francês de 23 anos e como o colégio em que estudam em Santa Barbara, na Califórnia, encerrou as atividades por causa do coronavírus, mandando todo mundo para  casas que  as aulas (de araque) seriam online, e sem poder voltar para Paris por causa também do fechamento dos aeroportos, veio com ela dia 20 de março para Floripa.  Ontem recebeu telefonema do seu pai mandando-o voltar urgentemente para casa, porque as notícias do Brasil são as piores do mundo. Um país quebrado, que nada funciona e que os cadáveres estão sendo jogados nas calçadas, com milhares de mortes, mais do que toda a Europa, talvez. Informações confirmadas e ainda mais exageradas pela embaixada da França que autorizou a volta imediata do rapaz para o seu país de origem no próximo dia 20, porque o Brasil não é o lugar para estar nenhum francês.
Entenderam? sem conseguir mais enganar os brasileiros como queriam, a grande e inimiga mídia nacional está tendo mais sucesso queimando nosso filme com suas mentiras no exterior, onde ninguém tá aqui pra checar nada. Vergonhoso!

Mais Conteúdo