Solenidade militar lembra os 74 anos de tomada de Monte Castelo, durante a 2ª Guerra

Atualizado

Veterano da FEB, Alcides Basso, comandantes militares e convidados  – Divulgação Exército Brasileiro

Para marcar os 74 anos da Tomada de Monte Castelo pela Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial, a 14ª Brigada de Infantaria Motorizada (“Brigada Silva Paes”) realizou no pátio de formaturas “Fernando Machado”, do 63° Batalhão de Infantaria, nesta quinta-feira (21/2), solenidade militar em homenagem ao feito dos “pracinhas” e à batalha que marcou a presença e a superação da FEB no conflito.

Solenidade juntou tropas das três forças militares no pátio do 63º BI – Divulgação Exército Brasileiro

A data celebra uma das maiores conquistas dos combatentes brasileiros em solo italiano. Após quase três meses de sucessivas tentativas sob o rigoroso inverno europeu e em escarpado terreno lamacento, a 1ª Divisão de Infantaria da Força brasileira conquistou Monte Castelo. A elevação, que possuía decisiva importância tática, permitiu o avanço das tropas aliadas em direção aos próximos objetivos.

Em homenagem a essa vitória e ao senhor Alcides Basso, ex-combatente da FEB, a tropa formada por militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar entoaram a Canção do Expedicionário, junto aos convidados que prestigiaram a solenidade.

Garoto Felipe Oechsler Baptista, representando o futuro, com o veterano Alcides Basso – Divulgação Exército Brasileiro

A Associação dos Veteranos da FEB em Santa Catarina homenageou com o diploma de “Amigo da FEB” o general de brigada Ricardo Miranda Aversa, comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, o tenente-coronel de Infantaria Jaques Flório Simplício, comandante do 63° BI e o tenente-coronel de Infantaria Volney Vieira de Mello Filho, subcomandante do 63° BI.

Mais conteúdo sobre

Mais Conteúdo