Mostra Chão Farrapo da Cultura Gaúcha reunirá Gaiteiros em Joinville no Rodeio do Chaparral

MADRE PAULINA

A primeira Santa do Brasil, Madre Paulina, deverá acolher em seu Santuário no próximo mês, grande número de fiéis, que deverão para lá se dirigir à cavalo. Daqui de Joinville seguirá um grupo expressivo de cavaleiros, liderados por Leandro Duarte, acompanhados de inúmeras carroças e charretes. Os interessados em se juntar à comitiva, que sairá de Joinville no próximo dia 8 de março, deve entrar em contato com a coordenação do evento pelo 9911-0046(Helio).

ENCONTRO DE GAITEIROS

Uma das inovações previstas para o 36º. Rodeio Crioulo Nacional do CTG Chaparral, que acontecerá entre os dias 20 e 22 de abril deste ano aqui em Joinville, será o 1º. Encontro de Gaiteiros, que acontecerá na Terceira Mostra Chão Farrapo da Cultura Gaúcha. Todos os gaiteiros terão acesso conjunto ao palco, numa inédita união de talentos novos e antigos pelo gosto e pela arte da musica através da gaita.

GAITA FAMILIAR

Instrumento utilizado por inúmeras culturas que deram origem a miscigenação havida com profundo destaque em solo catarinense, a gaita terá vez e voz no palco do Chaparral, para alegria do Patrão Tito Harger, que com seu filho Ciro e Neto Lucas, deverá produzir momentos de pura emoção. Serão três gerações de gaiteiros num único momento, para eternizar a arte da gaita em nossa Joinville, a exemplo do que vem ocorrendo em relação ao seu primo, o Bandoneon.

ESTRADA DA ILHA

Faço aqui referência aos inúmeros e-mails e telefonemas recebidos em razão de nossa coluna anterior, que tratou das ameaças de transformação que vem sofrendo a paisagem rural, notadamente a da Estrada da Ilha. Reafirmo, que estaremos atentos e vigilantes em defesa dos interesse coletivos que visem a manutenção da qualidade de vida no âmbito do cinturão verde que historicamente envolve, a nossa ainda verde, Manchester Catarinense.

TROPEIROS

Dia 26 de abril será lembrado como o Dia do Tropeiro. Nesta data, em 1733, falecera o padre Cristóbal de Mendonza e Orelhana, primeiro tropeiro brasileiro vindo do pampa argentino, em 1732, com destino no Rio Grande do Sul, chegando em Santa Catarina no ano seguinte. Já existe um movimento em nossa cidade, para celebrar a data com grande cavalgada, pois descendentes daqueles que protagonizaram uma das mais antigas profissões no Brasil, aqui residem. Os detalhes revelaremos mais adiante, em momento oportuno.

Até segunda feira que vem, se Deus quiser!

Mais Conteúdo