Sérgio Sirotsky, que atropelou três, vai cumprir prisão domiciliar com tornozeleira

Sérgio Orlandini Sirotsky, que atropelou três pessoas (uma morreu e duas ficaram com sequelas graves) não teve a prisão preventiva decretada, como requereu o Ministério Público. Mas em compensação, ele vai ter que usar tornozeleira eletrônica, se recolher das 23h às 6h nos dias de semana e das 22h às 6h aos sábados, domingos e feriados. O acidente ocorreu em agosto do ano passado na SC-402 em Jurerê, Norte da Ilha.

O acidente ocorreu por volta das 5h30 do dia 6 de agosto, próximo ao complexo Music Park, no Norte da Ilha. Sérgio Teixeira da Luz, Rafael Machado da Cruz e Edson Mendonça de Oliveira saíam da festa e se dirigiam para o ponto de ônibus para aguardar um Uber quando foram atropelados, pelas costas, por um Audi A3 dirigido por Sérgio Sirotsky. Sérgio Teixeira da Luz morreu cinco dias depois no hospital e os demais colegas conseguiram sobreviver, mas ficaram com sequelas.

Mais Conteúdo