A novela das creches

Afinal de contas, as novas vagas nas creches de Itajaí com a ampliação e construção de novas unidades serão para este ano ou só para o ano que vem? Bom, segundo nota da Secretaria de Educação, que fez a entrega das Ordens de Serviço no dia 29 de julho para ampliação e edificação de novas unidades para a Educação Infantil, as obras integram a construção de 59 salas de aulas, o que irá garantir mais de mil novas vagas já neste ano! Se assim for, será uma benção, mas não acredito. Afinal, tudo emperra na burocracia pública. O Natal está chegando e, para quem acredita em Papai Noel, boa sorte.

Divulgação

IDHM

Os jovens foram às ruas e todos pegaram carona por cobranças diversas.Todos pedem ações, mas sabemos que o discurso e a prática são diferentes.Chega de intenção, ação é o que o povo quer. No caso do Ensino Infantil, é uma aberração essa falta de salas de aula. Numa fase em que a criança aprende e começa a ser formada, sem qualidade de ensino vai ser difícil melhorar o índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A educação foi que teve maior peso para composição da nota.

Legislação é excelente

Crianças de zero a três anos são amparadas pela Constituição Federal Brasileira e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) também ampara e diz que é dever do município a educação infantil, sendo a primeira etapa da educação, e deve ser atendida por creches públicas ou entidades equivalentes subsidiadas pelos governos para crianças de até três anos de idade e pré-escolas para crianças de quatro anos até a idade do ensino fundamental. 

Novo sistema

Então, por que não haver um sistema efetivo onde as creches fossem gratuitas apenas para famílias pobres? Daí, certamente, não haveria problemas. Mas como diz o ditado “pra que facilitar, se podemos complicar”. Pais estão cansados dessa violação de direitos das crianças. Será que eles, governantes, não entendem que creche é condição “sine-qua-non” para construir a autonomia econômica das famílias? Se a legislação atualmente não permite a implantação deste sistema, por que os deputados e senadores não promovem um reforma da legislação? Eles ficam isolados em Brasília debatendo toda sorte de assuntos menos relevantes que este e esquecem das prioridades.

Drama e triste realidade

Lamentavelmente, triste é ter que conviver com esse drama. Total descaso que nos deixa perplexos com a exclusão de famílias mais pobres justamente por ausência de uma política pública, justa, de educação.

Mais Conteúdo