Um parque para estupradores

Vergonha

Na semana passada, tivemos mais um caso de estupro contra adolescente em Itajaí. Só o fato de não conseguirmos coibir esse tipo de ocorrência já é lamentável, mas a situação piora quando sabemos que o crime ocorreu em plena zona urbana, num dos bairros mais populosos e desenvolvidos da cidade, o São João. Pior. Num equipamento público, um parque ecológico.

Descaso

Não é possível que um ambiente que deveria ser sempre lembrado por momentos de alegria, seja tratado pelo poder público dessa maneira. O local quase não tem iluminação e se tornou um ambiente propício para todo tipo de ilícito, desde a ação de assaltantes e consumo de drogas até casos de estupro.

Iluminar a alma

Já passou da hora da prefeitura reformular toda a iluminação daquele parque ecológico. Assim como já foi feito em outros ambientes de Itajaí, aquele espaço público merece um sistema de luzes que ilumine até a alma das pessoas que passam por ali e que querem aproveitar aquele espaço para o lazer, para o descanso, enfim, para o bem.

Moradores preocupados

Esse parque ecológico, que fica entre o bairro mais populoso de Itajaí, o São Vicente, e o centro da cidade, já foi palco de muitos eventos, mas hoje, lamentavelmente, está voltado para toda sorte de acontecimentos que difamam o local. Próximo a uma ponte sobre o rio Itajaí-mirim, ali também houve outras ocorrências como bandidos que se jogam no rio, fugindo da polícia, pessoas que se jogam da ponte e se suicidam e muito mais. Tudo isso deixa os moradores preocupados.

Dia e noite

Nesse local havia até segurança de dia e de noite e agora por que não mais? Itajaí precisa de parques assim, mas desde que sejam bem vigiados para que todos se sintam a vontade para apreciar e se divertir no local com toda a família. Já são poucos os espaços públicos para a população e os que existem ainda ficam à mercê dos bandidos.  Aí não dá, né?

Mais Conteúdo