Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

MEC paga professores das federais mesmo sem aulas

Reitores de federais têm avisado a contatos, discretamente, que o ano letivo nas universidades já era. Cursos retomam a grade integral em agosto ou setembro, mas para planejar o calendário de aulas de 2021.

A despeito disso, o corpo docente continua a receber o salário em dia, mesmo sem planejamento de retomada ou realização de aulas online. Consultado, o Ministério da Educação confirma o pagamento dos salários nas federais desde março, quando começou o confinamento por causa da pandemia do coronavírus e as aulas foram suspensas.

Avisa que as universidades não estão paralisadas, porque há atividades extracurriculares, mas não tem como monitorar.

A Coluna questionou a UFMG, UnB, UFRJ, USP sobre as aulas. Todas estão suspensas e somente a paulistana indicou que as aulas de pós-graduação são ministradas online.

“A UFMG está com aulas suspensas desde o dia 18 de março, sem adoção de aulas a distância. Neste período, têm sido ofertadas atividades extra-curriculares”, informa a federal.

Na UFRJ, a assessoria afirma que a “Reitoria está fazendo pesquisa junto à comunidade universitária sobre acesso a recursos remotos”. E que um “grupo estuda questões relacionadas a calendário acadêmico”.

Em Brasília, a UnB cravou que suspendeu o calendário acadêmico do 1º Semestre deste ano. “Isso inclui atividades presenciais e on-line”

Guerra na PF

Uma nota provocadora da FENAPEF, dos policiais, citando a ADPF, dos delegados, abriu novo flanco na discreta guerra interna na Polícia Federal, e vai parar na Justiça. A Associação dos Delegados de Polícia Federal avisou que vai acionar a Federação Nacional dos Policiais Federais pelo que chama de “graves e infundadas ilações”.

Na sua nota, a FENAPEF apoiou a operação Placebo, que cercou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, mas no terceiro parágrafo citou que a deputada federael Carla Zambelli ( suspeita de saber da operação ) tem ligação com a ADPF, e que isso deve ser apurado. Os delegados não perdoram a provocação gratuita.

Recado a quem?

No fim de semana, o perfil no whatsapp do secretário de Governo do Rio de Janeiro, Cleiton Rodrigues, tinha uma frase enigmática atribuída a Kant: “Tudo o que não puder contar como o fez; não o faça!”.

Clone do Poder 1

O senador Marcelo Castro (MDB-PI), ex-ministro da Saúde, passa um aperto. Teve o celular clonado e um malandro chegou a pedir R$ 30 mil a um amigo dele. O cidadão perdeu R$ 5 mil. A Polícia já está na cola.

Clone do Poder 2

Na noite da segunda (25), o governador do Pará, Helder Barbalho, jogou nas suas redes sociais que seu celular foi clonado. Para que ninguém atendesse pedidos.

Turbulência

Antes de anunciar o pedido de concordata ontem, a LATAM ainda vendia bilhetes para dezenas de aeroportos, até os fechados. É balela que a crise na aérea não atinge o Brasil. Muitos clientes estão recebendo ligações da companhia, avisando sobre cancelamento de voos – e a empresa tem até 1 ano para devolver o dinheiro. A Coluna citou semanas atrás a esperteza.

Chora, Velho Chico

O Governo Federal vai construir, em parceria com a iniciativa privada, uma usina hidrelétrica no Rio São Francisco, a UHE Formoso, na região da cidade de Pirapora. Está confirmado no decreto 10.370 do último dia 22.

Ponto Final

Brasileiro raiz vai curtir dois feriados, o antecipado e o de fato, na data certa.

 

Mais Conteúdo