Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

Mudanças na reforma devem reduzir economia para R$ 600 bi em 10 anos

Atualizado

O R$ 1 trilhão de economia sonhado pelo ministro Paulo Guedes deve cair para R$ 600 bilhões em 10 anos na vindoura Reforma da Previdência, apontam deputados ouvidos pela Coluna.

Pontos como Aposentadoria Rural, Abono Salarial, Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social à Pessoa com Deficiência dificilmente serão alterados na Constituição.

Também há resistência na chamada “desconstitucionalidade” do tema, no qual o Governo quer facilitar futuras mudanças através de Projetos de Lei – com maioria de votos – e não por Proposta de Emenda à Constituição – o que exige todo esse esforço de articulação que se vê, para obter três quintos dos votos.

Metamorfose

Sara Giromini, a ‘Sara Winter’, ex-feminista radical e hoje Bolsonarista, foi nomeada para cargo comissionado na Secretaria da Mulher. O que não faz uma mutação..

Antena ligada

Gilberto Kassab, ‘dono’ do PSD, pleiteia para indicado seu o comando do Ministério de Comunicações, onde foi ministro. Hoje, nas mãos do astronauta Marcos Pontes.

Kassab repete para ministros palacianos que o PSD, hoje com 37 deputados, vai chegar a 40. E que terá 12 senadores até o fim do ano, quatro a mais que a bancada atual.

Pela mulher

O Ministério dos Direitos Humanos vai conseguir uma boa economia unificando os serviços de Disque 100 e Disque 180, de denúncias sobre abusos contra mulheres. Já lançou edital para audiências públicas e propostas.

Minirreforma

Inconformados com as derrotas na Comissão de Constituição e Justiça – a despeito do avanço esta semana – e a lentidão da tramitação da reforma da Previdência na Câmara, o presidente Jair Bolsonaro e ministros da articulação política vão chamar, novamente nos próximos dias, presidentes e líderes do Centrão para conversas no Planalto.

A intenção é evitar que o bloco trave o andamento da reforma na Comissão Especial e de outros projetos prioritários do Planalto, como o pacote anticrime do ministro da Justiça, Sérgio Moro. Além da liberação de emendas e cobranças por cargos, líderes do Centrão vão pedir para serem lembrados na minirreforma ministerial em discussão.

Túlio da Fátima

O presidenciável Ciro Gomes pode apostar no deputado Túlio ‘Namorado da Fátima Bernades’ Gadelha (PDT-PE) para disputar a prefeitura do Recife. O jovem estreante federal marca ponto em Brasília, e alcançou 1 milhão de seguidores nas redes sociais (pelo visto na última campanha, isso faz diferença, ou é um termômetro eleitoral).

Fato é que Ciro, revoltado com o abandono do PSB e do PT na sua disputa do ano passado, quer se vingar dos antigos aliados em Pernambuco, onde as legendas são fortes.

Do pasto

Em resposta à Coluna, sobre dívida bilionária com o fisco do País, a JBS informa que aderiu ao Programa Especial de Regularização Tributária “em novembro de 2017 para quitar os débitos com a União e se encontra em situação regular com a Previdência”.

Mais conteúdo