Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

Museu Nacional recusa empréstimo de obras

Atualizado

No Brasil, como diz o ditado popular, tragédia pouca é bobagem. Não bastasse o incêndio no prédio histórico do Museu Nacional ano passado, que consumiu em poucas horas todo o seu acervo secular e milenar, a administração do órgão recusa uma oferta de ouro.

O governo da Itália ofereceu peças arqueológicas raríssimas do acervo de Pompéia e Herculano, da região de Nápoles, em empréstimo por 20 anos para o Museu gerido pela Universidade Federal do Rio.

A oferta foi recusada porque, segundo contam as testemunhas do episódio, a direção tupiniquim quer doação, não empréstimo. Não bastasse o constrangimento, havia plateia: Uma delegação de diretores de museus italianos, que guardam peças significativas de milênios de impérios variados.

A direção do Museu Nacional confirma: “É importante destacar que o Museu tem como objetivo a doação de peças originais, única forma de recompor as coleções”, soltou nota.

A vice-ministra da Cultura da Itália, Lucia Borgonzoni, viajou ao Rio de Janeiro especialmente para o anúncio, confirma o Consulado na capital.

A direção do Museu afirma que “avalia positivamente o interesse” da parceria, mas que não há nada de concreto ainda em cooperação técnica. E que os “empréstimos a longo prazo poderão ser, eventualmente, discutidos no futuro”.

Memorial do fogo

Pelo menos oito prédios da UFRJ sofreram incêndios desde 2011, como os do laboratório da Coppe, do alojamento de estudantes e até no Hospital do Fundão.

Aliás, não há, no mundo, registro similar de uma gestão com tantos incêndios em universidades públicas, em tão pouco tempo. Nero ficaria enciumado.

PDT cresce

Com a baixa popular do PT, o PDT vai crescendo na oposição ao Governo Jair Bolsonaro. E com Ciro Gomes já em campanha desde 1º de Janeiro correndo o País. Hoje, ele e o presidente do partido, Carlos Lupi, comandam reunião com a bancada federal no Congresso para debater o que aprova e reprova na Reforma da Previdência.

Passa a carteira!

Funcionários do extinto Ministério do Trabalho vão perder gratificações, acredite, com desconto retroativo. Valores variados serão descontados nos próximos salários, referente ao que receberam a mais dos anteriores – por mérito. A assessoria do Ministério da Economia ainda não respondeu.

Chico e Lula

As cartas trocadas entre Lula da Silva e Chico Buarque, como citamos há dias, vão virar peça de teatro em Paris. Estreia hoje no Teatro Monfort. ‘Avril-avril, lettres à Lula’, dirigido pelo ator e diretor francês Thomas Quillardet e idealizado pela historiadora Maud Zohar. O compositor brasileiro confirmou presença.

Serão lidas correspondências enviadas ao ex-presidente brasileiro, desde sua prisão, em abril de 2018, até o início desse ano. Marieta Severo, Camila Pitanga, Antonio Pitanga, Renata Sorrah e a atriz portuguesa Maria Medeiros, que estão na capital francesa, também estarão presentes.

Mais conteúdo