Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.

O script da operação da PF que cercou Bivar

A operação da Polícia Federal que cercou a sede do diretório do PSL em Pernambuco e o presidente do partido, deputado federal Luciano Bivar, em buscas e apreensões, era bola cantada nos meandros do Judiciário e seguiu um curioso script.

No dia 21 de agosto, a PF e o Ministério Público pedem buscas em endereços ligados a Bivar, PSL e supostos ‘laranjas’ da campanha de 2018, mas dia 9 de setembro uma juíza da primeira instância indefere. Três dias depois, o MP recorre e na segunda-feira o plenário do TRE do Estado autoriza as buscas. Na terça as patrulhas foram às ruas na Operação Guinhol.

O Superintendente da PF em Pernambuco, Carlos Henrique de Oliveira, elogiado na corporação, liderou o cerco. Mas ele está de malas prontas para o Rio de Janeiro.

O delegado federal Carlos Henrique já fez até imersão por alguns dias na Superintendência da PF na zona portuária do Rio. Deve assumir o cargo até fim do ano.

Mineração

Com detalhes guardados a sete chaves, a Casa Civil do Palácio do Planalto finaliza o escopo do projeto que será enviado ao Congresso Nacional para a liberação da exploração econômica em terras indígenas. O polêmico tema já está em discussão em pelo menos duas Propostas de Emendas Constitucionais em tramitação na Câmara.

Nos últimos dias, garimpeiros têm frequentado a Esplanada dos Ministérios e se reunido com ministros da cúpula do Governo Bolsonaro. Ouviram do chefe da Casa Civil, Onix Lorenzoni, a garantia de que mais de mil requerimentos de outorga de lavra serão analisados “em curtíssimo prazo”.

Alckmin aliviado

A Justiça de São Paulo derrubou ação de improbidade administrativa impetrada pelo promotor Ricardo Castro contra o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB). Alegava desvio de R$ 3 bilhões do Fundeb para pagar aposentados e pensionistas da educação. Mas há dois artigos em Lei estadual complementar que autorizam esse remanejamento.

Joais do paraíso

O Governo federal vai colocar à venda duas mansões na exclusiva Península dos Ministros, no Lago Sul, Brasília. Estão no pacote da Secretaria de Patrimônio da União.

Imóvei$

A SPU publica, nos próximos dias, editais de venda de 28 imóveis da União em seis Estados e no DF. A expectativa de arrecadação é de R$ 46 milhões.

Laranjais..

Enquanto as investigações sobre suspeitas de candidaturas de ‘laranjas’ do PSL avançam Brasil afora, apurações que envolvem candidatas de outras legendas permanecem paradas.

Em São Paulo, por exemplo, o Ministério Público estadual identificou ao menos 60 casos suspeitos de candidatas ‘laranja’ de legendas como Solidariedade, Patriota, Podemos, PHS e PMB. Já em Sergipe, as investigações miram o MDB, PSDB e PSB.

Pingos de óleo

Deputados e senadores terão mais R$ 2,16 bilhões do Orçamento deste ano para atender suas bases eleitorais. A liberação do valor em emendas pelo Ministério da Economia chega às vésperas da votação do segundo turno da reforma da Previdência no Senado.

O repasse, de acordo com a equipe econômica, virá da arrecadação de pelo menos R$ 106,56 bilhões com o leilão do pré-sal dia 6 de novembro. Este ano, o montante de emendas já soma R$ 9,1 bilhões para as individuais e R$ 4,6 bilhões para as de bancada.

MERCADO

Rio caro

Estudo realizado pelo Classificados do Mercado Livre apontou que entre os 10 bairros mais caros da América Latina, três são cariocas: Leblon (3º lugar – R$ 21 mil o m²), Ipanema (4º lugar – R$ 19 mil o m²) e Lagoa (6º lugar – R$ 16 mil o m²). A plataforma analisou anúncios de imóveis de São Paulo, Rio de Janeiro, Buenos Aires, Cidade do México, Montevidéu e Santiago. O primeiro lugar ficou com Puerto Madero (R$ 25,4 mil o m²), badalado bairro de Buenos Aires.

Mais Conteúdo